Em Caná da Galileia…



E o retiro foi assim…

No domingo dia 16, a Eucaristia das dez no Santuário Nacional de Nossa Senhora Auxiliadora foi particularmente concorrida: é que à nossa paróquia juntaram-se Famílias de Caná e outras famílias do país inteiro, dando início ao seu retiro Família Martin, Farol de Santidade. Que grande alegria a nossa, poder fazer este retiro agora! No fim da Eucaristia, juntámo-nos na quinta, em redor do Canto de Caná, para um momento lúdico de convívio e apresentações, com uma sessão de aquecimento físico organizado pela Clara e pelo Francisco e com a ajuda de alguns novelos de lã… Depois, as crianças e os(…)

Ler mais

Domingo XXIV do Tempo Comum, ano B

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga E VÓS, QUEM DIZEIS QUE EU SOU? “E tu, quem dizes que Eu sou?” Pergunta Jesus este domingo. Teremos já todos a resposta pronta, vivida, testada? O Livro do Profeta Isaías é também conhecido pelo “Quinto Evangelho”, de tal forma aponta para a missão de Jesus. Lemos este livro entre lágrimas e risos, experimentando, ainda aqui no exílio – como o povo de Deus na Babilónia – a salvação que só Deus pode trazer. Deus consola-nos nas nossas dores, ampara-nos no desalento,(…)

Ler mais

O retiro é já no domingo…

Domingo, como foi anunciado, temos o retiro sobre a Família Martin, Farol de Santidade, aqui no Santuário Nacional de Nossa Senhora Auxiliadora, em Mogofores. Visitem os Eventos, para ficarem a par do horário e de todas as indicações úteis. A Família Martin é a família de Santa Teresinha, que já inclui três santos canonizados – Teresinha e os pais -, uma venerável e três irmãs que viveram e morreram com indiscutível fama de santidade, portanto, uma família de santos, e eu falar-vos-ei de todos os seus membros. Se eles não nos podem ensinar alguma coisa sobre isto de educar para(…)

Ler mais

Pedras Vivas

No muro exterior de uma igreja que visitei recentemente, estava um letreiro gravado com a seguinte inscrição: “À memória feliz do nosso antigo pároco, o padre…, com profunda gratidão pela obra maravilhosa que nos deixou: a restauração da casa paroquial e o monumento a Nossa Senhora.” Há algum tempo, em conversa com um amigo, recordei algumas das Madres Superioras do antigo colégio dos meus filhos, e referi uma que me marcou especialmente, ao que ele respondeu: “Sim, essa irmã era simpática, mas não deixou obra. A que a seguiu, essa sim, deixou obra feita.” Referia-se, como depois me explicou, à(…)

Ler mais

Foi para isto?

“Deixei de frequentar a igreja há muitos anos. Na altura, ia batizar o meu filho mais velho, e o padre não me deixou escolher para padrinhos quem eu queria. Nunca mais pus os pés na igreja.” “Este ano tomei uma decisão: nem mais um tostão para a igreja! Cá na terra costumávamos ter duas procissões todos os anos, e agora os andores já não saem. Anda uma pessoa a dar dinheiro para quê?” “O novo padre opôs-se à festa do santinho que por aqui havia sempre. Como resultado, deixei de ir à missa.” “O padre queria obrigar-me a fazer catequese(…)

Ler mais