Aleluia! Jesus Ressuscitou!

A manhã de Páscoa despertou luminosa. Felizes, os meninos saltaram da cama (ninguém diria que se tinham deitado depois da meia-noite…) e foram de imediato desenterrar o Aleluia que a Sara e o António tinham enterrado no início da quaresma (lembram-se?) “Depressa, vamos desenterrá-lo para podermos cantar outra vez!” “Não vamos cantar aleluia até o desenterrarmos!” O Niall assustou-se: “A visita pascal está quase a chegar à nossa casa, e em vez de encontrar uma família bem vestida e arranjada, vai encontrar uma família de galochas e pás?!” Assim, entre risos, e porque já se ouviam ao longe os sinos(…)

Ler mais

A Páscoa, o Tríduo e o martírio

Não se chega ao domingo de Páscoa sem antes se passar pelo Tríduo Pascal. Podemos, talvez, celebrar a ressurreição do Senhor durante uma Eucaristia profunda e vivida na manhã de Páscoa. Mas não é, de forma alguma, a mesma experiência pascal de quem vive estes acontecimentos, a par e passo, na quinta e na sexta-feira santas. Não pode ser! Tal como não é a mesma coisa visitar um amigo moribundo no hospital, ver de perto o seu sofrimento, os soros, os tubos, os rostos dos médicos, enfermeiros e companheiros de quarto, segurar as suas mãos entre as nossas e beijar-lhe(…)

Ler mais

Domingo de Páscoa

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga CANTEMOS DE NOVO ALELUIA! Aleluia! Cristo ressuscitou! Exultemos e cantemos de alegria, desafia-nos o salmo. Que maravilha, voltarmos a cantar aleluias! Este é, na verdade, o dia que o Senhor fez! Vivemos, quinta e sexta-feira santas, dias tenebrosos. “A morte e a vida travaram um admirável combate”, explica a Sequência Pascal. O mesmo combate que travam hoje também, neste nosso mundo… Madrugada de domingo. O Sábado passou, Maria Madalena já tem permissão divina para correr ao sepulcro, e é isso mesmo que(…)

Ler mais

Uau!

Será que o Tríduo Pascal é adequado a crianças? Deverão elas participar nas cerimónias longas e solenes destes dias? Pois eu estou convencida de que não há, no ano inteiro, liturgia mais adequada às crianças. Nenhuma “missa para crianças” se lhe compara! Na verdade, o Tríduo Pascal é uma experiência profundamente sensorial, feita de cheiros, cores, sons, silêncios, gestos expressivos, ou seja, tudo aquilo de que nos servimos quando queremos que os mais novos aprendam alguma coisa. De tal maneira o simbolismo destas cerimónias se impõe, que as palavras da homilia ou as nossas palavras explicativas deixam de ser necessárias(…)

Ler mais

A Páscoa do Senhor ou as nossas páscoas

Não há, na nossa casa, tempo litúrgico mais ansiado do que o Tríduo Pascal. Não há, para nós, três dias mais queridos do que estes que hoje começam. São dias solenes, majestosos – e belos. Por eles, para os viver bem, estamos dispostos a deixar tudo. Em casa, poucas coisas acontecem nestes dias. A preparação foi feita, pela oração familiar quaresmal, pelas histórias de fé que fomos contando à volta da mesa e que nos chegam dos sites, blogues e notícias católicas que vamos seguindo. Agora é hora de sair de casa e celebrar na Igreja, e nenhuma altura do(…)

Ler mais