Testemunhos


“Maravilharmo-nos” com cada membro da Família: uma proposta

Testemunho e proposta da Isabel Marantes: O ensinamento mensal de dezembro falava em contemplarmos o rosto de Jesus no rosto dos nossos filhos, fazendo assim, da nossa casa, um Presépio. Também o  Papa Francisco, no passado dia 30 de Dezembro, na Festa da Sagrada Família, durante a oração do Angelus, nos convidou a aprender a maravilharmo-nos com as coisas boas que os membros da nossa família têm: “Quando existem problemas nas famílias, nós sempre achamos que temos razão e fechamos as portas aos outros”, lamentou. Entretanto, “é necessário pensar o que a outra pessoa tem de bom e se maravilhar.(…)

Ler mais

Sejamos uma personagem mais no nosso Presépio!

Testemunho da Isabel Marantes: Cá em casa a alegria de montar o presépio sempre foi muito grande. E todos os anos, apesar das personagens principais serem as mesmas, há sempre algo de diferente: umas vezes com musgo, outras vezes com papeis pintados em tons de castanho para simbolizar as montanhas, umas vezes com um grande estábulo, outras vezes com a lareira a fazer de gruta (este ano o estábulo foi feito pelo Miguel e pela Leonor com alguns paus de madeira e com cola quente!). Mas desde o ano passado que decidimos acrescentar algo permanente ao nosso presépio: nós! Sim,(…)

Ler mais

Diferentes tradições de Natal, um só Menino Jesus…e uma surpresa!

Partilha da Isabel Marantes, de uma Família de Caná que reside temporariamente no Canadá: Este ano, na Festa de Natal da escola da minha filha Leonor fizeram um teatro muito bonito. A professora da Leonor, Miss Zupan, escreveu uma peça de teatro inspirada, em parte, no livro “Candy canes in Bethlehem”, de Miriam Van Scott. A peça de teatro falava de uma menina (Joy) que queria decorar a sua escola para o Natal com algo diferente e muito, muito especial. A professora da Joy deu-lhe a função de construir o presépio da escola, mas a menina não ficou nada contente,(…)

Ler mais

O Canto de Oração Familiar

Partilha da Olívia Batista: Uma das coisas que caracteriza as famílias de Caná é o facto de se reunirem num determinado local, pelo menos uma vez por dia, para rezar. É um momento de partilha, de agradecimentos, de pedidos, de meditação e de alegria. Muitas famílias têm já integrada na rotina diária a oração familiar, outras ainda estão a pensar em como passar das ideias à ação. E de facto é muito simples. Basta pedir uns minutos por exemplo no final da refeição (ou antes) e fazer o sinal da Cruz, depois basta deixar que o Espírito Santo guie os(…)

Ler mais

Uma caminhada de pequenos passos possíveis

Testemunho da Família Santos, do Porto: A nossa caminhada tem sido feita não ao ritmo desejado, mas ao ritmo que conseguimos e que Deus nos permite. Finalmente estou tranquila com este ritmo, pois sei que estamos longe da perfeição, mas também sei que Deus se compraz dos pequenos esforços que fazemos, ainda que por vezes nos pareçam insignificantes. O dia a dia com três filhos, trabalhos a tempo inteiro, as diversas actividades e acontecimentos não esperados de pais e filhos (sem ajudas de avós ou familiares), mais os dois animais de estimação que exigem “alguns” cuidados, já que vivemos num(…)

Ler mais