Em Caná da Galileia...


A Boa Pastora

Este ano, que bela coincidência! No dia seguinte ao Domingo do Bom Pastor, celebramos a Boa Pastora, a Senhora mais brilhante que o sol, que naquele magnífico 13 de maio, apareceu no meio das ovelhas e dos rebanhos, na serra de Fátima!

A Irmã Lúcia conta-nos como a Jacinta gostava de levar ao colo os cordeirinhos mais pequenos, para imitar, dizia ela, o Bom Pastor, tal como Ele aparecia desenhado numa pequena pagela que Jacinta conservava com amor. Para os três pastorinhos, era fácil imaginar Jesus como um Pastor. Mais tarde, foi Maria quem, no meio das ovelhas da serra, fez o trabalho de Pastora do “pequenino rebanho” de três crianças, conduzindo-as com carinho aos cumes da santidade.

Neste mês de maio, a tradição manda rezar o Terço em comunidade. E como é belo o encontro comunitário à volta do Rosário! Na nossa paróquia, o Terço é, assim, rezado todas as noites de maio, mas ao domingo, o Terço é rezado no Canto de Caná, às cinco da tarde. A cada domingo, uma Família de Caná prepara a meditação dos mistérios.

Deixemo-nos conduzir, também nós, pelo Bom Pastor e pela sua Mãe! Neste dia em que o Céu foi prometido a três crianças, mostremos às nossas o caminho para o Céu, falando-lhes das virtudes, ensinando-lhes a doutrina, rezando com elas, de terço na mão…

Nossa Senhora do Rosário de Fátima, rogai por nós! Ámen. Aleluia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *