Em Caná da Galileia...


Os Três Pastorinhos de Fátima e a Azinheira

“Recebeste uma azinheira na peregrinação das crianças em Fátima?” Perguntou-me um amigo por e-mail, quando regressei do belo dia que descrevi aqui. “Ouvi dizer que andavam por lá a dar uma azinheira a cada criança!”

É verdade, deram uma azinheira a cada criança. Por isso, não recebi uma azinheira, mas quatro, que quem tem filhos é rico! Quatro belas azinheiras, prontas a plantar.

Claro que, no dia seguinte, o António já tinha desafiado o pai a plantar uma das azinheiras no nosso jardim. O Niall, por sua vez, conseguiu convencer o António de que uma bastava, porque o jardim é pequenino e a azinheira cresce muito.

“Mas as azinheiras estão abençoadas, papá”, insistia o António. Então decidimos plantar outra no Canto de Caná. Na verdade, não foi por acaso – tenho a certeza absoluta – que o Canto de Caná nasceu no centenário das Aparições de Fátima! A Mãe de Caná, a Senhora do Rosário, ficará certamente feliz por ter a sua árvore de eleição plantada à volta do seu novo e terno santuário.

Todos os dias, o António visita a sua pequena azinheira, ali no meio da horta, para se certificar de que não precisa de nada ou para a regar. “A azinheira onde Nossa Senhora pousou foi uma árvore tão feliz! Quem sabe se Nossa Senhora não vem um dia aqui e pousa na minha azinheira?” Vai ele sonhando alto, falando mais consigo do que comigo. Mas eu bem sei onde nasceu este sonho. Conhecem o novo livro para crianças do nosso bom amigo padre Pedro Boléo Tomé? Chama-se Os Três Pastorinhos de Fátima e a Azinheira, e conta a história de Fátima através dos “olhos” atentos das duas azinheiras que tudo presenciaram. O livro é uma delícia! Está indicado para crianças dos quatro aos sete anos, mas a Lúcia, com oito, o David, com dez, e eu, com quarenta e cinco, também adorámos a história assim contada. Está à venda exclusivamente nas lojas Pingo Doce ou no site da editora (aqui).

Há uns tempos, alguém me sugeriu que, com certa regularidade, trouxesse aqui para o site sugestões de leitura para pais e para filhos, visto as histórias de santidade fazerem parte essencial da nossa vocação de Famílias de Caná. Aqui fica uma ótima sugestão para o início destas férias grandes!

3 Comments

  1. Helena Atalaia

    Obrigada 🙂

  2. Ter um filho… Sim! (x7)
    Escrever um livro… Sim! (x4)
    Plantar uma árvore… Sim! (x4)
    Ah! Teresa, que vida ocupada 🙂

    • 🙂 É verdade, às vezes eu brinco assim cá em casa. Acho que posso dizer… “Já estou despachada!” 🙂 Bj

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *