Em Caná da Galileia...


Santos por todo o lado

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page

De norte a sul do país, foram muitas as iniciativas para celebrar a santidade. Algumas foram partilhadas connosco, e aqui as divulgamos, como prometido.

Na paróquia de S. João Batista, em Coimbra, a tarde de domingo dia 28 foi animada: em grupos, pais e filhos aprenderam sobre os santos e fizeram o Bilhete de Identidade de alguns. Depois, escutou-se um ensinamento sobre a Exortação Apostólica do Papa Francisco Alegrai-vos e Exultai, dedicada à santidade. Houve tempo para jogos e brincadeiras e, finalmente, para uma bela adoração eucarística. Um programa completo, e um exemplo para as paróquias portuguesas! Tomara para o ano muitas paróquias decidam celebrar esta festa de forma nova e criativa, entre brincadeiras e coisas sérias, envolvendo pais e filhos. Catequese verdadeira é aquela que não pára nos filhos mas chega aos pais…

Muitas Famílias de Caná vestiram-se de santos e saíram à rua para celebrar esta grande festa da santidade; outras festejaram em casa com jogos e uma refeição original. É a saudável mistura das “coisas novas e coisas velhas” que propõe Jesus no Evangelho, como expliquei no último post, e que justifica este abanão na nossa tradição cristã, com um salto em frente de qualidade e criatividade. Graças ao Senhor!

Cá em casa, a festa começou com o passeio pela vizinhança pedindo “Bolinhos para os Santinhos”:

Depois, já escuro, incluiu saltos de corda, jogos tradicionais com muita farinha, nozes e maçãs, churrasco e marshmallows assados, um belíssimo bolo feito inteiramente pelo António, e finalmente, ao serão, depois de uma marcha ao som do gospel “Oh when the saints go marching in”, cada um de nós apresentou o seu santo escolhido para este ano, trajando a rigor e contando a sua história. Tivemos a sorte de ter entre nós a sempre alegre visita da namorada do Francisco, a Sofia Portela, que nos surpreendeu com a história de Santa Cecília:

A Família Batista, de Almeirim, escreveu-nos a contar: “Fizemos um jantar diferente em que as comidas tinham nome de Santos, e fomos conversando sobre o porquê dos nomes. Tivemos pizza S. Nuno e Sta. Joana, cuja vida foi cheia de “sabor cristão” e cujo amor a Cristo alimentou multidões. Água de Santa Bernadette de Lourdes, peixes de S. Pedro (gomas), Tesouro de S. Nicolau (moedas de chocolate), Bolo de Sta Isabel (decorado com flores), Amigos de S. Francisco de Assis (bolachas em forma de animais). Hoje depois da missa conhecemos Santa Zita, padroeira das donas de casa, a nossa santa portuguesa Beatriz da Silva que fundou a ordem das Concepcionistas e a corajosa santa Filomena!” Aqui ficam as fotos:

Para o ano quero uma ementa assim na minha casa! Ah, a família Batista teve ainda outra ideia brilhante:  “Quanto ao chapéu de Halloween que contava para nota de inglês mando também uma foto. Foi transformado num símbolo de vida, cor e alegria (foi um sucesso lá na escola, todos quiseram ver o chapéu rosa com borboletas e fitas no meio de dezenas de chapéus pretos com caveiras e aranhas)”:

É assim mesmo, Maria!

De Caxias, Oeiras, chegou-nos esta bela fotografia. A Constança, tão pequenina, atreveu-se a ir vestida de Rainha Santa Isabel para a escolinha, no mesmo dia em que os seus coleguinhas foram vestidos de monstros, bruxos e demónios. As grandes mulheres não se medem aos palmos!

A Família Atalaia, de Sesimbra, também se caracterizou a valer. Na foto, Santa Gianna Molla, Santa Isabel de Portugal e Santa Leonor. Lindas!

Depois, convidaram amigos crentes e não crentes a partilhar com eles o passeio pedindo “Pão por Deus” pela vizinhança. Que belo batalhão de santos! Contaram-nos que os “novos santos” adoraram a experiência e a querem repetir para o ano, incluindo algumas mães que não foram trajadas a rigor desta vez. E contaram também que a vizinhança ficou, primeiro, perplexa, depois entusiasmada com a iniciativa. Ora digam lá se não vale a pena o esforço:

Da Abóboda, Cascais, a Família Santos partilhou a sua aprendizagem nestes dias. Com os quatro filhos, fizeram um trabalho de descoberta dos santos, com livros e pesquisas na Internet, que os levou a conhecer alguns até então desconhecidos para eles (e para mim), como S. Raimundo Nonato. Este santo, nascido em 1220, foi extraído do corpo morto da mãe, que morreu em pleno trabalho de parto. Já adulto, tornou-se sacerdote e morreu pela defesa da vida dos escravos e da sua cristianização. Hoje é o padroeiro dos nascituros, das grávidas e dos obstetras. Vou já começar a rezar-lhe 🙂

E que dizem destes dois S. Jorges? Um cavaleiro feliz, e um homem valente a matar um enorme dragão com a sua espada?

De S. Bento, Cardigos, a Rute contou-nos como a sua família foi visitar um lar de terceira idade, e como os velhinhos se entusiasmaram a conversar sobre os santos com os meninos. De aldeia em aldeia, a Família Almeida pediu o bolinhos e espalhou alegria. Vejam como estavam lindos! Trata-se de S. Nuno de Santa Maria, Santa Bernardette, Irmã Lúcia e Santa Jacinta:

Por fim, dos lados de Balasar, chegaram mais ideias brilhantes. A Marisa Cortez e a sua família decidiram celebrar visitando um lar de terceira idade, entre outros belos passeios, e enviaram-nos estas belíssimas fotografias. Trata-se do Casal Martin com Santa Teresinha ao colo (a Família Cortez participou no nosso retiro sobre a santidade da Família Martin e inspirou-se bem!), de Santa Gianna Molla, de Santa Bakhita, e entre os pequenos, S. Mateus, S. Nicolau, S. Francisco de Assis e S. Tomás Aquino. Que fofos!

E desta mesma família, chegou-nos uma fotografia que achamos imbatível. Vamos chamar-lhe a foto vencedora deste Holywins 2018, pode ser? Senhoras e senhores, meninas e meninos, temos a honra de vos apresentar o Casal Cortez no seu novo perfil:

Ou será mesmo uma réplica do Casal Martin? Alguém os distingue do original?

Um forte aplauso de todos para todos os que trabalharam para tornar o Holywins uma festa de arromba em Portugal, cada vez mais conhecida e espalhada! Que o Senhor nos abençoe e nos dê ânimo para, a sério e a brincar, lutarmos contra as trevas! Ámen!

 

4 Comments

  1. Que maravilha!!!
    E hoje, dia de S. Zacarias e Santa Isabel alegrem-se connosco porque festejamos o 3º aniversário da nossa Lúcia, o nosso grande milagre, que continua a crescer cheia de vida e de saúde contra todos os prognósticos iniciais!

  2. Helena Atalaia

    Que grande alegria estampada nos santos deste ano espalhados pelo país! Parabéns a todos pela audácia e aos vencedores que bem merecem o prémio!! Estão lindos! 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *