Atualidade

atualidade@familiasdecana.pt

Retiro para jovens universitários no frio e nas alturas do país

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page

O departamento da pastoral juvenil, universitária e vocacional da diocese da Guarda vai organizar um retiro para jovens universitários nos próximos dias, 14, 15 e 16 de dezembro, a 1.300 metros de altitude, numa das regiões mais frias do país, as Penhas Douradas. As inscrições estão abertas, conta a Renascença.

Todas as semanas durante duas horas, na Escola Superior de Turismo e Hotelaria do Instituto Politécnico da Guarda, sediada em Seia, o padre Rafael Neves, 33 anos, ouve os estudantes, rotina que cumpre há seis anos. Este ano decidiu promover um retiro para jovens universitários, nas Penhas Douradas.
“O ambiente em que as pessoas sobem e estão mais afastadas e se deixa a azáfama e o rebuliço do dia a dia, parar para pensar para ver melhor, vai ter momentos de encontro de diálogo, oração e celebração”, explica o sacerdote sobre a iniciativa que decorre nas Penhas Douradas, concelho de Manteigas, distrito da Guarda, na Serra da Estrela, a cerca de 1.300 metros de altitude, com vista privilegiada sobre o vale glaciar do rio Zêzere.

Numa das zonas mais frias do país, o objetivo, conta o padre Rafael Neves, responsável da Pastoral juvenil, universitária e vocacional da diocese da Guarda, é quebrar o gelo com a juventude.
“Há muitas coisas que no meio eclesial que não são polos de atração, mas de repulsa para os jovens e o retiro pode ajudar a desmitificar ideias preconcebidas, que a Igreja não aprova isto ou aquilo e pode ajudar a uma aproximação e integração dos jovens”, clarifica.

Fonte: Renascença

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *