Manualidades

manualidades@familiasdecana.pt

Caderneta de cromos para aprender a rezar o Pai Nosso

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page

Como ensinar na catequese a oração do Pai Nosso, duma maneira divertida e apelativa para as crianças? 

Esta atividade é proposta da Marisa Milhano, Jovem de Caná:

“Foi na tentativa de resolver este problema que um dia me lembrei de criar uma caderneta de cromos, que os ajudasse a aprender melhor a oração do Pai Nosso.

Esta actividade foi pensada para as crianças do 2º volume da catequese (crianças com 7-8anos), mas revelou-se ser igualmente eficaz e estimulante para crianças mais pequenas e também mais velhas. Esta ideia pode também ser posta em prática em casa, como uma actividade em família.

Que vos parece? Vamos a isso?

Como fazer a Caderneta do Pai Nosso?

Muito fácil!

  1. Imprimir a Caderneta (podem fazer o download aqui ou então aqui) em papel – idealmente, em papel espesso e resistente, imprimindo frente e verso
  2. Dobrar a Caderneta ao meio
  3. Imprimir os cromos (podem fazer o download aqui ou então aqui) em papel autocolante (que se pode encontrar em lojas como a Staples)
  4. Recortar os cromos 
  5. Entregar os cromos

Exemplo de como ficou a Caderneta do Pai Nosso duma menina de 7 anos.

Como utilizar a Caderneta na catequese?

Eu entreguei uma caderneta em branco a cada menino na 1ª catequese em que falámos acerca da oração do Pai Nosso. 

Cada menino pintou a capa da Caderneta ao seu gosto e escreveu o seu nome nela.

Para que as cadernetas não se perdessem, eu agrafei-as à ultima página do catecismo do 2ºvolume que cada menino tinha.

No final de cada catequese em que se ensinava e desenvolvia uma frase / ideia da oração do Pai Nosso, eu distribuia o cromo correspondente. Os meninos eram incentivados a descobrir o porquê da imagem do cromo corresponder à frase do Pai Nosso que tinhamos aprendido naquele dia.

Esta ideia revelou-se um grande sucesso com todos os meninos!

Esta caderneta foi adaptada duma ideia que encontrei no site do ABC da catequese.”

Ponham em prática nas vossas casas e nas vossas catequeses e partilhem connosco o resultado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *