O dom das lágrimas

Quando lerem este post, estaremos, se Deus quiser, a caminho de Faro, para uma tarde de testemunho e encontro. Se vivem perto, aproveitem a oportunidade e venham ter connosco! Em Eventos encontram as indicações necessárias. Entretanto, de que estão à espera para se inscreverem no Retiro de Natal? Venham, tragam a família e os amigos! Não hesitem! Vai valer a pena. Vale sempre, quando nos encontramos! Mas hoje não é só o dia em que, pela primeira vez na nossa vida familiar, vamos ao Algarve. Hoje é o dia de anos do Tomás. Faz hoje 13 anos que ele nasceu!(…)

Ler mais

Nossa Senhora do Guadalupe, Maria grávida

Dia 12 de dezembro celebrámos a festa de Nossa Senhora do Guadalupe. Fico sempre com lágrimas nos olhos quando leio esta belíssima história aos meus filhos, e no dia 12 não foi exceção. Os pequenos e singelos diálogos entre Maria e o índio Juan Diego são verdadeiramente comoventes. Se Maria, a Mãe, o trata como um pequeno filho, também Juan Diego, de 57 anos, A trata como uma rainha, mas uma rainha jovem, que podia ser sua filha: “Que se passa, meu filho mais pequeno, aonde vais?” “Minha Menina, a mais pequena das minhas Meninas. Minha Senhora, oxalá estejas contente.(…)

Ler mais

O fim da história

Esta semana, o carteiro tocou à nossa campainha. Trazia uma encomenda para mim, que só posso abrir no dia de Natal: A autobiografia de Dorothy Day, The Long Loneliness. O Niall sabe que nenhuma prenda me dá maior alegria que as histórias dos santos, e por isso encomendou o livro pela internet com antecedência, para me dar este singelo prazer no dia de Natal. Quando o Niall chegou, apressei-me a dar-lhe a boa notícia: “Niall, chegou a minha prenda de Natal!” Ele sorriu: “Ainda bem que veio a tempo! Agora, nada de mexer!” Eu continuei a olhar para ele com(…)

Ler mais

E estamos no Advento!

Sábado 2 de dezembro, véspera de Advento. Cá em casa, a alegria estava ao rubro:  o grande dia chegara! “Mamã, quando vamos ao musgo?” “Já preparaste a cortina para o Presépio? E a Árvore de Natal? Podemos ir desempacotar tudo?” Mas foi preciso esperar pela tarde para pormos mãos à obra. Que felicidade! Como costume, o pai e os mais novos vão apanhar o musgo aqui perto, com o carrinho de mão. Desta vez, contudo, o carrinho de mão não vem cheio: a seca que vivemos no nosso país não deixa o musgo crescer. O Presépio terá de ficar mais(…)

Ler mais

Anjos de Natal

Onde está o teu irmão? (Gn 4, 9) Assim diz a frase no nosso Canto de Oração Familiar, neste Advento, desafiando-nos a fazermo-nos próximos de todos à nossa volta. Mas porque o amor começa em casa, e porque muitas vezes somos mais simpáticos para os de fora do que para os de dentro (já leram o ensinamento mensal, aqui na barra lateral esquerda do site?), este ano decidimos introduzir uma nova rotina no nosso Advento. E já é um sucesso! Propu-la à mesa do jantar, como é costume nas Famílias de Caná, habituadas a fazer da refeição familiar um momento(…)

Ler mais