Celebrar o Batismo do Senhor … com bolachas!

Naqueles dias, Jesus veio de Nazaré da Galileia e foi baptizado por João no Jordão. Quando saía da água, viu serem rasgados os céus e o Espírito Santo descer sobre Ele como uma pomba. E do Céu veio uma voz: «Tu és o meu Filho muito amado, em Ti pus todo o Meu agrado.» (Mc 1,9-11)   No próximo domingo, dia 13 de Janeiro, celebraremos a Festa do Batismo do Senhor, tal como o Evangelho de Marcos (e de Mateus) nos contam. E que tal se celebrarem esta Festa juntando-se todos na cozinha e fazendo em família umas bolachinhas de manteiga e(…)

Ler mais

E temos mais um cristão em dia de Natal!

Este Natal foi, sem dúvida, o Natal mais especial da nossa vida familiar. Com quinze dias, o nosso Daniel Patrick foi batizado! O seu nascimento está, finalmente, completo, nascimento para o tempo e para a eternidade, para a vida e para a graça, para o mundo e para Deus. A manhã começou muito cedo, com os meninos a saltar da cama cheios de pressa para abrir os presentes de Natal, enquanto no Presépio iluminado, Maria adorava Jesus recém-nascido. Depois de um pequeno-almoço festivo, foi hora de vestir e preparar para a grande missa de Natal. Chegámos ao santuário ao toque(…)

Ler mais

As nossas cavernas

Era uma caverna, eram treze jovens. Mas durante quinze dias, era o mundo inteiro, eram todos os nossos filhos. Na Rússia, o Mundial, com as suas equipas profissionais e bem treinadas, apelava a nacionalismos, entre lágrimas e risos. Na Tailândia, uma outra equipa de futebol, pobre e desconhecida, apelava à nossa solidariedade, entre lágrimas e, por fim, muitos risos sentidos. Foram quinze dias que nos fizeram sofrer. Acordar de manhã e os meninos a perguntar: “Já saiu alguém da gruta?” Chegar à praia, dar um mergulho e os meninos a perguntar: “E agora, mamã, vê na net se já saiu(…)

Ler mais

Imaculada Conceição

Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós, que recorremos a vós! Tu és a nossa padroeira, padroeira da nossa paróquia, padroeira de Portugal, desde aquele dia santo em que D. João IV te corou rainha… Hoje, na nossa procissão, o andor foi levado em ombros, alternadamente de homens, senhoras ou jovens. Não foi fácil, Mãe, mas os sorrisos de pura felicidade não enganavam: todos queriam a honra de Te levar! Bem disse o Teu Jesus: O Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve! (Mt 11, 30) “Fiz um grande sacrifício, mamã”, explicava-me o António. “Fiz um(…)

Ler mais