Maravilhas

O Daniel está quase a fazer um mês. Há tão pouco tempo que irrompeu nas nossas vidas, e já ocupa um lugar que é só seu e que todos lhe reconhecemos! Como chegou a casa, vindo da maternidade, no último dia de aulas do período, o Daniel passou quinze dias intensivos de convívio familiar, experimentando todos os colos da família e arredores, entre irmãos, tios, primos, avó e amigos. Houve quem quisesse saber se o Daniel cabia na caminha das bonecas… E houve quem descobrisse que também se pode estudar para exames de engenharia com um bebé ao colo: Agora,(…)

Ler mais

Pastores ou anjos? Irmãos!

O menino nasceu, e logo logo, o pai foi buscar os irmãos para o virem conhecer. Entraram de rompante na maternidade e aguardaram em alegre expetativa que eu saísse do recobro e passasse da sala de partos para o quartinho na obstetrícia. Finalmente, a hora chegou! Deitada na cama, passei por junto dos meus seis filhos reunidos, e a rir e a chorar ao mesmo tempo, abracei-os um a um. Que grande festa! Felizes, todos espreitaram o Daniel, escondido no calor dos meus braços, e assim entrámos no quarto onde ficaríamos durante os próximos três dias. Três dias em que(…)

Ler mais

Preparando o batismo

Ontem, finalmente, decidi-me a fazer as malas para a maternidade, para que esteja tudo a postos quando, de um momento para o outro, tiver de “voar” até lá. Afinal, já estou de 36 semanas! Entretanto, também já lavei o bercinho e a cadeira do carro, e já tomei uma série de outras decisões. Mas no meio de tantas preparações, há uma que é absolutamente essencial: a preparação do batismo do Daniel. É uma preparação que não pode ser adiada, tendo de ser feita durante o tempo de gravidez, pois a Igreja pede-nos que tenhamos pressa em batizar os nossos filhos(…)

Ler mais

Abram alas!

Quando, ao serão, nos sentamos todos na sala para a Oração Familiar, passamos por algumas pequenas discussões sobre o espaço que cada um ocupa: “Chega para aí, o sofá não é todo teu!” “Não dês pontapés, vais aleijar-me!” “Não vês que eu estava nessa cadeira e só me levantei para ir buscar um copo de água? Sai!” A situação complica-se quando o meu cansaço, que àquela hora já é muito, exige que o sofá mais pequeno seja todo para mim, a fim de me poder deitar nele enquanto rezamos. Outro dia, ao escutar estes comentários pouco simpáticos entre filhos em(…)

Ler mais

Nove meses

Neste fim-de-semana, a dois meses e meio do termo da gravidez e aproveitando estes lindos dias cheios de sol, a minha corda da roupa no jardim esteve particularmente bonita. Ora vejam: Tão bonita, que nos intervalos entre lavar, estender, passar e arrumar (em gavetas acabadinhas de lavar também), eu simplesmente me sentava ali, num banquinho, a contemplar. Haverá visão mais bela, na lide de uma casa familiar? “Estás muito feliz, não estás?” Ia perguntando o Niall, quando passava por mim e me via ali, sorriso de orelha a orelha, olhando a roupa a secar ao sol. E eu só conseguia(…)

Ler mais