Famílias aprendendo a ser discípulas

Sábado foi um dia feliz. Nossa Senhora deu-nos o sol e trouxe-nos as famílias, para podermos viver um dia de retiro em cheio. E assim foi. Éramos vinte e seis adultos, vinte e cinco crianças e cinco jovens, desejosos de nos encontrarmos, de rezar, brincar, cantar e celebrar juntos. O senhor bispo apareceu logo de manhã e presenteou-nos com dois belíssimos ensinamentos sobre ser discípulo, a partir do Evangelho de S. Marcos. Estaremos nós a seguir Jesus prontamente, como fizeram os Apóstolos? Seremos capazes de deixar a capa e correr atrás do Senhor, como Bartimeu? Ainda hesitamos? O que nos(…)

Ler mais

Dia 28 de abril

Dia 28 de abril é o dia marcado para o Retiro Anual das Famílias de Caná com o nosso bispo de Aveiro, D. António Moiteiro. As famílias que já fizeram o seu compromisso irão renová-lo, as famílias que desejarem comprometer-se pela primeira vez terão ocasião de o fazer. Tudo está preparado: o Canto de Caná está lindo, cuidado, pronto para vos receber; a quinta está verde e solarenga, com mesas suficientes para o nosso piquenique; o pátio do colégio está reservado, nesse dia, para todos os patins, bicicletas e bolas que quiserdes trazer; o Santuário estará aberto, para vos poderdes(…)

Ler mais

Primeira Comunhão

Há muito tempo que o António nos pedia para fazer a Primeira Comunhão. Servindo o altar como acólito desde os seis anos, frequentando a catequese a nosso lado desde pequeno, tendo catequese em casa todos os dias da sua curta vida, o António sentia-se preparado; e não entendia como, estando preparado, não o deixávamos comungar. Várias vezes o senhor padre Taveira se confundia e, quando chegava a hora de dar a comunhão aos acólitos, quase, quase a dava também ao António. Ele precisava então de toda a sua coragem para abanar a cabeça e dizer: “Ainda não comungo!” E trocavam(…)

Ler mais

As vinhas de Caná

No sábado dia 18 foi dia de plantar vinhas em Caná. Caná de Mogofores, entenda-se! O senhor Joaquim e a D. Elisabete, generosamente, ofereceram as vinhas; o senhor Joaquim, o Niall e o André foram plantá-las. Cavaram, plantaram, regaram, e assim andaram o dia inteiro, transpirados mas felizes. O resto da família Power, naturalmente, aproveitou a “desculpa” das vinhas para passar um belo dia na quinta salesiana. Patins, bicicletas, matraquilhos, jogos de escondidas no canavial e debaixo do Canto de Caná – que como o nosso querido arquiteto Joaquim Santos previra, é suficientemente alto para permitir brincadeiras debaixo do estrado(…)

Ler mais

Contagem decrescente…

Quase, quase o dia do Acampamento de Caná! Pensamos ser onze ou doze Famílias de Caná, prontíssimas para dois dias e duas noites no “Tabor” de Mogofores, aqui junto ao Canto de Caná, bem pertinho da Mãe que nos abençoa e guarda. Ah, como vai ser bom! Para acampar, são precisas tendas. O pai já tratou de as arranjar, bem simples e baratas, com tamanho suficiente para todos os Power & Companhia Lda. Montámo-las no jardim, para ver como funcionavam e quantos cabiam lá dentro, e foi com dificuldade que convencemos os Power mais novos a esperar mais uns dias(…)

Ler mais