“O bom catequista é aquele que já se encontrou com Jesus”

O Presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã, D. António Moiteiro, defendeu este domingo que  um bom catequista depende do seu próprio encontro com Cristo, pois, ninguém pode dar o que não tem. Só assim poderá ser discípulo e testemunha da fé, como pede o Papa Francisco. À margem das jornadas nacionais dos catequistas que terminaram hoje em Fátima, D. António Moiteiro afirmou que “só pode haver um bom catequista quando já há um verdadeiro cristão, quando já se encontrou com Jesus.” Então aí, salientou o bispo, “quando nós temos um cristão que é discípulo, que testemunha a sua fé,(…)

Ler mais

Holywins 2017

Na nossa paróquia de Mogofores celebrámos, pela primeira vez, a festa de Holywins, a alternativa católica ao Halloween. Um valente sucesso! No início do ano pastoral lançámos o desafio às famílias da catequese: e se os nossos meninos viessem para a missa vestidos de santos? O ideal seria fazê-lo no dia 1 de novembro, Solenidade de Todos os Santos. Mas sabendo de antemão que, nesse dia, muitos faltarão à missa, ou pelo menos à missa na paróquia, decidimos antecipar para este domingo, substituindo a catequese pela Festa da Santidade. Nesta manhã de domingo, a animação na nossa casa era muita:(…)

Ler mais

Papa Francisco: «Ser catequista não é uma profissão, mas uma vocação »

O Papa Francisco disse que “ser catequista não é uma profissão, mas uma vocação”, numa mensagem ao Simpósio Internacional sobre Catequese, que está a decorrer na Faculdade de Teologia da Pontifícia Universidade Católica Argentina, em Buenos Aires. O Papa explica que “ser” catequista é uma vocação de serviço na Igreja, que se recebeu como “dom” para ser transmitido. Aos participantes do Simpósio Internacional sobre Catequese, em Buenos Aires, Francisco referiu que quanto mais Jesus se torna “o centro da vida”, mais “impulsiona a sair, descentraliza e faz mais próximos dos outros”. A partir do exemplo de Jesus, que se retirava(…)

Ler mais

Peregrinação Nacional Jubilar das Crianças a Fátima

10 de junho de 2017. E o Santuário de Fátima encheu-se de cor, de luz, de balões, de crianças. Pela primeira vez, a nossa paróquia juntou-se a esta grande peregrinação nacional, graças sobretudo ao empenho e ao entusiasmo da querida família Silva Teles, Família de Caná sempre pronta a arregaçar as mangas para levar todos a Jesus. Como é bom encontrar as Famílias de Caná a dar tudo, e a dar até doer, num dos serviços mais exigentes – porque com menos retorno – da vida de uma paróquia, como é a catequese! Não é fácil ir a Fátima com(…)

Ler mais

A confissão dos pequeninos

No sábado, na nossa paróquia, foi dia de confissões para os meninos dos seis anos. Depois de algumas sessões de preparação e de ensaio, finalmente os mais pequeninos puderam experimentar a alegria do perdão que só Jesus pode dar. “Cada um de nós é uma ovelhinha de Jesus”, expliquei aos meninos. “Quando fazemos coisas más, coisas feias, como bater, mentir, gritar com a mãe, responder torto ao pai, chamar nomes feios e dizer palavrões, a ovelhinha fica suja. Ficamos todos cheios de lama!” “Ah! Chamar nomes feios é pecado?” Perguntava um. “Eu bati num amigo, mas ele estava a pedi-las!”(…)

Ler mais