Castelos na areia

Quando fiz uma experiência de missão com as Missionárias da Caridade em Lisboa, antes de casar, aprendi um cântico que julgo já ter partilhado. Cantámo-lo na missa do nosso casamento. Gostamos de o cantar em família na Oração Familiar. E eu gosto de meditar nele durante a minha oração pessoal. Um dos versos diz assim: The dream I have today, my Lord, is only a shadow of your dreams for me If I but follow you! (O sonho que hoje eu tenho, Senhor, é só uma sombra dos teus sonhos para mim se eu Te seguir!) Quando casámos, ficámos a(…)

Ler mais

O mistério da vida e da morte

Há pouco mais de uma semana, alguns paroquianos de Mogofores foram, como todos os anos, a Fátima de bicicleta. Cá de casa, estava pensado o Francisco ir, mas os exames não lho permitiram. Participou contudo, cheio de entusiasmo, o André, o rapazito que vive temporariamente connosco. Das Famílias de Caná, participaram o João Teles e a Vera Ribeiro. A Vera é educadora de infância e bem conhecida de muitas Famílias de Caná, pois geralmente oferece-se para cuidar das crianças durante os ensinamentos, evangelizando-as com carinho e imaginação. Pais e filhos chegam ao fim dos encontros muito felizes com o seu(…)

Ler mais

Amados, escolhidos, enviados

Em Balasar, houve um momento que me emocionou, e as lágrimas brilharam-me nos olhos. Estávamos em casa de Alexandrina, onde uma simpática rapariga, ali voluntária, nos explicava bocadinhos da história desta grande santa. “É verdade que Alexandrina não tinha pai?” Perguntei a dada altura. “Não. Alexandrina tinha pai. Todos sabiam quem ele era. O pai de Alexandrina e de sua irmã Deolinda prometeu várias vezes casamento à mãe das suas filhas, mas nunca cumpriu. Ainda Alexandrina, a mais nova, não tinha nascido, quando ele casou com outra mulher. Nesse dia, a mãe de Alexandrina vestiu-se de luto, e durante o(…)

Ler mais

Para melhor

A nova lei dos contratos de associação obrigou-nos a repensar toda a nossa logística familiar. Se até há pouco tínhamos tido, com vantagem, seis filhos na mesma escola, entre o ano e os dezassete, beneficiando do contrato de associação que equiparava o Colégio das Irmãs de S. José de Cluny à escola pública (com exceção do primeiro ciclo, que de qualquer forma era bastante acessível), agora tudo vai mudar. Sem orçamento para pagar a escola de todos, decidimos que, no próximo ano letivo, todos vão deixar o colégio. A decisão não tem sido fácil para nós, pais, e tem-nos roubado(…)

Ler mais

A fonte, a minha vontade e a vontade de Deus

Serra do Gerês. Estávamos quase, quase no último dia das nossas férias. A tranquilidade daqueles dias no cimo da montanha fazia eco dentro de mim, e eu desejava intensamente alguns minutos a sós com o Senhor, para O louvar em voz alta e Lhe agradecer tanta bênção. Lá em baixo, a fonte cantava alegremente, derramando sem cessar água sobre o tanque e, a partir dele, sobre os campos da aldeia. “Já sei o que vou fazer”, anunciei ao Niall. “Vou tirar alguns minutos só para mim, para ficar a sós com Jesus. Vou pegar num copo de água e descer(…)

Ler mais