Uma Festa de Catequese Mariana

Esta atividade de evangelização foi-nos proposta pela Marisa Milhano, Jovem de Caná: “Como fazer uma Festa de Catequese com um tema Mariano?   Gostava de partilhar convosco a nossa Festa de início de ano da Catequese, deste ano 2018-2019. Ela decorreu num belíssimo dia de sol e portanto pudemos, pela graça de Deus, realizar a nossa Festa, que envolveu todos os volumes de catequese (eram mais de 100 crianças e jovens!), no descampado à frente da nossa paróquia. Escolhemos como dia para a Festa sábado, dia 13 de Outubro e, por isso, claro que o tema da nossa Festa só podia ser Nossa Senhora ….(…)

Ler mais

Pequenos santos em todo o lado!

O Holywins veio para ficar. Um pouco de todo o país, chegaram-nos partilhas e comentários de famílias e paróquias que, à sua escala, o puseram em prática. É fantástico ver o efeito que uma pedrinha minúscula pode ter num lago imenso, fazendo ondas cada vez maiores até atingir as margens mais longínquas! Chegaram-nos poucas fotografias para partilhar convosco, mas é com imenso orgulho que o fazemos: Na casa da Família Santos, surgiu um São Gaspar del Búfalo, um Santo António e um S. Matias. Digam lá se não estão bonitos? A família Atalaia saiu à rua a espalhar felicidade. Parece(…)

Ler mais

Brincar com simplicidade

“As festas de anos aqui na tua casa são as mais divertidas de todas”, dizia-me uma menina simpática. Estava a despedir-se, depois de uma tarde intensa de brincadeira. É que estamos em plena “época alta” na Família Power, com quatro aniversários no espaço de um mês. Entre Missões Caná e aniversários Power, pouco tempo nos tem sobrado! Eu sorri ao escutar este comentário. Já estou acostumada a ele, e por isso, já tive tempo para refletir. Na verdade, como podem as nossas festas ser as mais divertidas? Não alugamos um espaço especial, não temos insufláveis, nem pinturas faciais, nem palhaços,(…)

Ler mais

Silêncio

Não vi o filme, e por isso não posso nem quero escrever sobre o que não conheço. Seria um disparate! Mas posso escrever sobre o que vou lendo e escutando, aqui e ali, porque ultimamente tenho encontrado neste tema matéria suficiente para a minha meditação pessoal. “Que farias, se estivesses na situação do padre Jesuíta, e te fosse pedido que apostatasses (renunciasses à tua fé) sob tortura?” “Será que apostatar sob tortura vale como apostasia?” “Será correto ou possível escolher entre caridade e martírio?” As perguntas repetem-se. Nas redes sociais, nos jornais e nas televisões. Que farias, se? Que deveríamos(…)

Ler mais

Aprovação Diocesana do Movimento Famílias de Caná

A manhã do dia 3 de julho de 2016 nasceu radiosa, quente e azul. Acordámos de um salto, com uma alegria nova: o grande dia chegara! As Bodas de Caná iam mesmo acontecer, aqui e agora, na nossa vida e no Santuário Nossa Senhora Auxiliadora, neste cantinho do mundo chamado Mogofores. Como noivos no dia do seu casamento – e que outra coisa não éramos nós? – as Famílias de Caná dispersas pelo país exultavam de alegre expetativa. O calor era muito, a distância a percorrer, para algumas famílias, era muita também, e três horas dentro de um carro escaldante(…)

Ler mais