Transfiguração

Na segunda-feira passada partimos, em família, para uma semana de férias num dos lugares mais bonitos do mundo: a Serra do Gerês. Queríamos partir de manhã muito cedo, mas fazer malas, carregar os carros e movimentar uma família numerosa e os seus dois cães velhinhos não é algo que se faça rapidamente. Eram quase onze horas quando, por fim, nos fizemos à estrada. “Vamos fazer um piquenique no Sameiro como sempre, mãe?” Perguntaram os meninos. A peregrinação ao Sameiro, quase como que uma ligação entre dois santuários marianos – o “nosso”, de Nossa Senhora Auxiliadora, e o do Sameiro –(…)

Ler mais

Os montes da infância

Catequese, domingo de manhã, depois da missa das dez. Diante de mim, um grupo de meninos e meninas de onze e doze anos. Hoje falamos sobre os Dez Mandamentos, a propósito da leitura da missa desta manhã, e sobre o bezerro de ouro e os nossos “bezerros de ouro”, a partir do texto de Os Mistérios da Fé (já têm os três livros desta coleção, que eu escrevi?). “Para entendermos bem o que aconteceu a Moisés sobre o monte Sinai, pensem nos montes a que já subiram, nos rochedos que já escalaram, naquela sensação do vento a fustigar-vos o rosto,(…)

Ler mais

Tempo de Família com Nossa Senhora da Boa Estrela

“Vamos à Serra da Estrela?” Sexta-feira à tarde. Há nove anos que não íamos à neve, por termos sempre um bebé ou criança pequenina em casa, dificultando a aventura. Mas a Sara já não é bebé e está bastante acostumada a viajar, graças às Famílias de Caná… Os meninos não paravam de pedir para ir ver a neve. Os trenós de plástico, comprados há nove anos atrás, pareciam chamar por eles, cada vez que para eles olhavam. A minha sugestão apanhou-os de surpresa. “Amanhã? Podemos ir amanhã? Ah, que bom!” Os meninos saltavam de alegria. Fora uma decisão rápida, e(…)

Ler mais

No cimo da montanha

Este ano, as nossas férias foram no cimo da montanha, lá onde as horas passam devagar; onde é preciso dar prioridade aos rebanhos de cabras, vacas e cavalos que pastam, desacompanhados, durante o verão inteiro e se atravessam diante de nós como senhores absolutos da montanha; onde os cumes exercem um poder de atração tão grande, que nenhum esforço é demasiado para os alcançarmos; onde o silêncio é como uma muralha à nossa volta, separando-nos do mundo; onde nos descobrimos sós, longe das multidões, e ao mesmo tempo, de uma forma única, privilegiada, escondidos no abraço omnipresente de Deus. O(…)

Ler mais