O mistério da vida e da morte

Há pouco mais de uma semana, alguns paroquianos de Mogofores foram, como todos os anos, a Fátima de bicicleta. Cá de casa, estava pensado o Francisco ir, mas os exames não lho permitiram. Participou contudo, cheio de entusiasmo, o André, o rapazito que vive temporariamente connosco. Das Famílias de Caná, participaram o João Teles e a Vera Ribeiro. A Vera é educadora de infância e bem conhecida de muitas Famílias de Caná, pois geralmente oferece-se para cuidar das crianças durante os ensinamentos, evangelizando-as com carinho e imaginação. Pais e filhos chegam ao fim dos encontros muito felizes com o seu(…)

Ler mais

Até ao Céu, D. António Francisco!

Há uns anos, aqui à porta do Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora, o António e o Francisco fizeram uma brincadeira com os seus nomes: o mais pequeno às cavalitas do mais velho, colocaram-se ambos ao lado do então nosso querido bispo de Aveiro para a foto perfeita. Durante a sua visita pastoral a Mogofores, enquanto bispo de Aveiro, D. António Francisco jantou em nossa casa, onde depois se reuniu com os catequistas da paróquia. Que belo serão aquele! Na altura, as Famílias de Caná estavam apenas ainda no nosso coração. Mas a semente ficou lançada no coração do nosso bispo:(…)

Ler mais

A Igreja em jardim

Aqui na Irlanda, todas as igrejas têm por jardim o cemitério paroquial. Para entrarmos na igreja, precisamos de percorrer alguns caminhos ladeados de túmulos e de flores – não em jarras, mas plantadas em vasos ou na terra, as raízes acariciando o chão que acolhe os corpos dos que vão partindo. Assim, cada vila ou cidade tem tantos cemitérios quantas igrejas. E as vistas são incrivelmente belas: Sinto falta destes jardins em Portugal. Os nossos cemitérios têm muita pedra e não são tratados como jardins onde se sinta prazer em passear. E geralmente, hoje, estão suficientemente afastados das igrejas para(…)

Ler mais

E se eu morrer esta noite?

O verão chegou, e com ele, um pouco por todo o lado, chegou também a morte. As notícias sucedem-se: crianças esquecidas dentro de carros, famílias que perdem os filhos nas praias e nos rios, e agora o fogo que, de um momento para o outro, tudo arrasa, prédios ou estradas, moradias ou 26ºs andares. Enquanto uns contam os dias para o início das férias grandes, outros, sem o saber, contam os dias para a morte. Não é possível assistir ao desenrolar das imagens aterradoras das últimas horas sem que os olhos se nos encham de lágrimas. Podia ter sido connosco…(…)

Ler mais

Médicos católicos portugueses contra eutanásia

A Associação dos Médicos Católicos Portugueses (AMCP) reitera, em comunicado, a sua “absoluta oposição à prática da eutanásia”, projeto que está prestes a ser votado na Assembleia da República de Portugal, e ressalta o valor da vida humana, o papel do médico e da medicina. O comunicado aborda o texto aprovado por unanimidade durante o Conselho Nacional, realizado no último dia 18 de março, em Fátima, em resposta à apresentação na Assembleia da República de dois projetos de lei que visam legalizar a prática da eutanásia. Para os médicos católicos, estes debates em torno da eutanásia introduzem “ideias como as(…)

Ler mais