S. Miguel, o Terço e a crise da Igreja

Serão do dia 29 de setembro. Depois de arrumada a cozinha, reunimo-nos, como sempre, no Canto de Oração Familiar, para a oração. “Meninos, sabem que dia é hoje?” Pergunto. “Dia dos Arcanjos, não é? S. Miguel, S. Rafael e S. Gabriel.” “Mas o que são arcanjos, mãe?” “Há muitas hierarquias de anjos. Há os anjos-da-guarda, os arcanjos, os serafins, e muitos outros. Há mais anjos do que seres humanos, pois cada homem e mulher criados, desde o início dos tempos, tem um anjo-da-guarda, e pelo menos cada nação que existe também. De facto, o anjo que apareceu em Fátima disse(…)

Ler mais

O luar, o texugo e a oração familiar

Já repararam como tem estado bonita a lua cheia, esta semana? Ilumina de tal forma, que caminhamos na noite quase como se caminha de dia. Pelo menos aqui, nos campos ao redor da nossa casa. Todas as noites, depois de deitarmos o António e a Sara pelas nove horas, deixamos o David e a Lúcia a ler na sala mais vinte minutos, o Francisco e a Clarinha a estudar, a ler ou a fazer qualquer outra coisa, e saímos os dois, o Niall e eu, para um curto passeio com os cães. Faz-lhes bem a eles, mas sobretudo faz-nos bem(…)

Ler mais

Oração familiar e Ensinamento Mensal

Ao longo dos anos, a nossa oração familiar foi mudando. Nunca perdeu nenhuma das suas riquezas: o Terço, a Palavra de Deus, o louvor, a súplica, a partilha, a alegria, tudo o que caracteriza o nosso Movimento. Mas a oração familiar decorre de forma diferente quando se tem a casa cheia de bebés ou quando a maior parte dos elementos já passaram a idade das fraldas, quando se têm recém-nascidos ou quando se têm jovens universitários, quando se trabalha a cinquenta quilómetros de casa ou quando se trabalha meia-jornada ao lado de casa. A nossa vida familiar muda a cada(…)

Ler mais

O que o rei Saul, o pastorinho David e alguns educadores (não) têm em comum

Ora digam-me cá: as histórias dos dois livros de Samuel e dos dois livros de Reis, que a liturgia diária nos apresenta nos anos pares, também fazem furor aí em casa? Cá em casa, neste mês de janeiro, são a novela de cada dia. Ninguém quer perder um episódio! Na semana passada, a primeira leitura apresentou-nos o Rei Saul, já sem o favor de Deus, na posição mais vulnerável em que um homem pode estar: acocorado numa gruta, fazendo as suas necessidades. Este versículo é sempre ansiosamente esperado pela minha família, que não segura as gargalhadas. David, o pastorinho a(…)

Ler mais

O comboio da educação

“Outro dia tive uma conversa interessante com os meus colegas na universidade”, dizia-me o Francisco, quando nos sentámos para almoçar os dois. A estudar para exames, o Francisco passa o dia em casa, e posso desfrutar da sua companhia à hora de almoço. “Então? Sobre o quê?” “Sobre as crianças de hoje. Todos reparámos já que os miúdos de hoje são muito menos inocentes e muito mais atrevidos do que no nosso tempo.” “Ena, vocês já falam em ‘nosso tempo’, com a vossa idade?” “Claro! Esqueces-te de que nascemos no milénio passado?” “É verdade, sim… 1998…” “Pois. Quando nós andávamos(…)

Ler mais