Domingo III de Páscoa

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga BOM ALMOÇO! Peixe sobre as brasas, pão fresco, uma pergunta – “Tu amas-Me?” – e um desafio: “Segue-Me.”  Que belo programa para este domingo! “Já vos proibimos formalmente de ensinar em nome de Jesus, e vós encheis Jerusalém com a vossa doutrina”, diz o sumo sacerdote aos apóstolos. Eles respondem sem hesitação: “Deve obedecer-se antes a Deus que aos homens.” Que entusiasmo o dos primeiros cristãos! Com que alegria davam testemunho e ensinavam a doutrina! Ainda mais surpreendente, para nós(…)

Ler mais

A Igreja está a arder!

Notre Dame está a arder! A notícia chega pelo telefone e pelo feed do telemóvel. Notre Dame está a arder! Íamos começar a nossa oração familiar, mas Notre Dame está a arder, e há que ligar o televisor para acompanhar o que se passa. Diante das impressionantes imagens, o jornalista pergunta aos transeuntes o que significa, para eles, o fogo na catedral. É Paris a arder, dizem uns. É a nossa cultura inteira a arder, dizem outros. É um bocadinho de nós a arder, dizem ainda outros. Não tenho palavras, Paris sem Notre Dame não é Paris… Passo aqui todos(…)

Ler mais

A Véspera de Natal com os Séniores

Testemunho da Isabel Marantes: A nossa família está no Canadá há já 3 anos, mas apenas no primeiro ano conseguimos ir a Portugal no Natal. As saudades são sempre muitas, mas as inúmeras chamadas telefónicas e videochamadas ajudam a estarmos o mais perto possível de todos os nossos familiares queridos que estão do outro lado do Atlântico. Assim, nós temos aproveitado esta “liberdade” na agenda para fazer algo que sempre quisemos fazer: passar o Natal com as pessoas que estão mais sozinhas nesta altura, como os idosos que passam o Natal no lar sem a sua família e os sem-abrigo.(…)

Ler mais

“Maravilharmo-nos” com cada membro da Família: uma proposta

Testemunho e proposta da Isabel Marantes: O ensinamento mensal de dezembro falava em contemplarmos o rosto de Jesus no rosto dos nossos filhos, fazendo assim, da nossa casa, um Presépio. Também o  Papa Francisco, no passado dia 30 de Dezembro, na Festa da Sagrada Família, durante a oração do Angelus, nos convidou a aprender a maravilharmo-nos com as coisas boas que os membros da nossa família têm: “Quando existem problemas nas famílias, nós sempre achamos que temos razão e fechamos as portas aos outros”, lamentou. Entretanto, “é necessário pensar o que a outra pessoa tem de bom e se maravilhar.(…)

Ler mais

Papa inicia ciclo de catequeses sobre o Pai-Nosso e propõe oração «humilde»

O Papa iniciou, esta quarta-feira, no Vaticano um ciclo de catequeses semanais dedicadas ao Pai-Nosso, propondo aos católicos uma oração humilde, que procure a “amizade com Deus”. Perante mais de 6 mil pessoas reunidas no auditório Paulo VI, para a audiência geral, Francisco recordou que Jesus ensinou a não “fingir” a oração, feita com um “coração frio”, para se ser visto pelos outros. “O primeiro passo para rezar é ser humilde”, reconhecendo-se “pecador, fraco”, perante Deus, observou. Começa-se sempre com a humildade. O Senhor ouve, a oração humilde é ouvida pelo Senhor”. O Papa convidou todos a repetir o pedido dos(…)

Ler mais