Bispo de Bragança-Miranda Os “recasados” não estão excomungados, “eles são Igreja”

O bispo da Diocese de Bragança-Miranda acaba de publicar uma nota pastoral intitulada “A alegria e a fragilidade do Amor no Matrimónio e na Família”. O documento estabelece orientações com vista a uma maior integração eclesial dos cristãos divorciados a viver em nova união. No fundo, trata-se de uma “aplicação do capítulo VIII” da Exortação Apostólica Pós-Sinodal do Papa Francisco “Amoris Laetitia”, publicada em 2016, em que é proposto um caminho de “discernimento” para os católicos divorciados que voltaram a casar civilmente, sublinhando que não existe uma solução única para estas situações. “O Papa não faz a catalogação das famílias,(…)

Ler mais

Braga: Primeiros recasados vão poder comungar

Dois casais em segundo casamento vão ser, de forma inédita, readmitidos na igreja católica, podendo aceder a sacramentos como a comunhão, após um “processo de acompanhamento e discernimento” promovido pela diocese de Braga, avançou a TSF. “Ao fim de um ano de acompanhamento, daqui a algum tempo, teremos umas duas famílias a serem reintegradas na igreja neste sentido pleno, ou seja, através da comunhão eucarística”, revelou à TSF o arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga. A diocese de Braga foi a primeira do país a criar, no início deste ano, um serviço de acolhimento e apoio aos cristãos divorciados(…)

Ler mais

Viseu: Bispo aponta que “o caminho é o do acolhimento total dos recasados”

A diocese de Viseu vai convidar os casais recasados a viver a alegria do amor, como membros da Igreja, formando equipas que vão acompanhar essas pessoas casadas em segundas ou terceiras núpcias. “A postura do bispo e da diocese de Viseu é sempre esta: os casais recasados são convidados a viver a alegria do amor, os casais casados em segundas ou terceiras núpcias são convidados a viver a sua opção como membros da Igreja”, explica o bispo D. Ilídio Leandro. “Na formação permanente que fizemos, decidimos que em cada arciprestado haja dois casais que, com um padre, vão à procura(…)

Ler mais

D. Jorge Ortiga abre a porta dos sacramentos aos recasados

O Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, afirmou que a diocese se prepara para criar um grupo de apoio à família, que pode conduzir, “após um período de discernimento bem feito”, alguns casais em situação irregular até ao “acesso aos sacramentos”, ou o acesso a serem padrinhos e madrinhas que até hoje lhes era negado, ou dificultado. A Arquidiocese de Braga tinha anunciado na sua página de internet a constituição de um grupo para acompanhamento dos cristãos divorciados recasados, “que poderá possibilitar o acesso aos sacramentos, de acordo com um processo de discernimento individual”, conforme se pode ler lá. Uma(…)

Ler mais

Pastoral Familiar procura melhor integração de pessoas em “situação irregular”

Sete meses depois de ter sido publicada, a exortação apostólica “A alegria do Amor” serviu de pano de fundo às Jornadas Nacionais da Pastoral Familiar, que se realizaram neste fim-de-semana em Fátima e que juntaram um número recorde de participantes, praticamente 400, oriundos de quase todas as dioceses do país. Religiosos e leigos aprofundaram as ideias defendidas pelo Papa Francisco e adiantaram pistas para alcançar a tão desejada integração na Igreja das pessoas em situação irregular. Pede-se não só uma maior preparação dos noivos mas também um maior acompanhamento aos casados e sobretudo aos que estão a viver ou viveram(…)

Ler mais