A lição do perdão

Muitas coisas me tocaram durante toda a operação de resgate dos meninos da Tailândia. Tocou-me a serenidade, a gratidão e a paciência contínuas dos adolescentes, tocou-me a ausência de ataques de pânico. Tocou-me a prontidão da ajuda internacional, a rede de oração mundial, o voluntariado intenso. Viveram-se momentos raros de compaixão à escala mundial, que não deverão ser esquecidos. Mas houve um ponto em particular que me tocou: Quando se descobriu que os meninos estavam encurralados na gruta por culpa do treinador, a maior parte dos comentários à minha volta, neste cantinho ocidental onde vivemos, foi semelhante: “O rapaz deve(…)

Ler mais

As nossas cavernas

Era uma caverna, eram treze jovens. Mas durante quinze dias, era o mundo inteiro, eram todos os nossos filhos. Na Rússia, o Mundial, com as suas equipas profissionais e bem treinadas, apelava a nacionalismos, entre lágrimas e risos. Na Tailândia, uma outra equipa de futebol, pobre e desconhecida, apelava à nossa solidariedade, entre lágrimas e, por fim, muitos risos sentidos. Foram quinze dias que nos fizeram sofrer. Acordar de manhã e os meninos a perguntar: “Já saiu alguém da gruta?” Chegar à praia, dar um mergulho e os meninos a perguntar: “E agora, mamã, vê na net se já saiu(…)

Ler mais

“Cristo salvador do mundo” é a pintura mais cara de todos os tempos

O quadro “Salvator Mundi”, do artista renascentista Leonardo da Vinci, foi arrematado na quarta-feira por 450,3 milhões de dólares e estabeleceu um novo recorde em leilões do mercado de arte, informou a casa de leilões Christie’s. Bastaram apenas 19 minutos para que o quadro de cinco séculos alcançasse o valor astronômico, superando com folga o recorde anterior em leilões, de 179,4 milhões de dólares por “Les femmes d’Alger (Versión O)”, de Pablo Picasso, registrado em um leilão de 2015. A tela representa o Cristo, “salvador do mundo”. A Christie’s acreditava que “Salvator Mundi” alcançaria o valor de 100 milhões de(…)

Ler mais