Igreja celebra festa de Santa Maria Madalena e reflete sobre a “dignidade da mulher”

A Igreja Católica celebra hoje Santa Maria Madalena, até agora uma memória obrigatória na liturgia e que passa a ser assinalada no Calendário Romano Geral com o grau de ‘Festa’, por decisão do Papa Francisco. A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos publicou um novo decreto, datado de 3 de junho, “por desejo expresso do Santo Padre”, para promover e explicar esta mudança. O texto sublinha que Maria Madalena foi a primeira “testemunha” e “anunciadora” da ressurreição de Cristo. A decisão “inscreve-se no atual contexto eclesial, que exige uma reflexão mais profunda sobre a dignidade da(…)

Ler mais

Eu sou do meu Amado

Neste tempo de esponsais, em que nós, Famílias de Caná, celebramos o dom do amor de Jesus, debruçado sobre a nossa miséria para nos elevar às alturas do Céu, Maria Madalena surge luminosa como alguém que soube amar, e amar até ao fim. A primeira leitura da sua Festa vem do belíssimo Livro do Cântico dos Cânticos, livro também proposto este mês às Famílias de Caná para sua meditação mensal. E diz assim: Eis o que diz a esposa: «No meu descanso, durante a noite, procurei aquele que o meu coração ama; procurei-o, mas não pude encontrá-lo. Levantar-me-ei e percorrerei(…)

Ler mais

Santa Maria Madalena

Dia 22 de julho é dia de Santa Maria Madalena. Pela primeira vez na História, esta memória obrigatória passa a ser celebrada como Festa, e Maria Madalena é-nos proposta como Apóstola dos Apóstolos. Que dia memorável! Que grande honra para todos nós, simples cristãos, e especialmente para nós, mulheres cristãs! Quem foi Maria Madalena? A pergunta ecoa pela História, e tanto os Evangelhos Apócrifos como os romancistas modernos fizeram e continuam a fazer toda a espécie de conjeturas. Terá sido a pecadora que, em casa do fariseu Simão, lavou os pés de Jesus com as suas lágrimas? Terá sido Maria,(…)

Ler mais