Papa: “Para se ver a estrela que leva a Jesus, há que ter os olhos postos no céu”

Na homilia do dia da Epifania, este sábado, o Papa recordou que a estrela de Deus está “sempre presente”, mas há quem prefira seguir “estrelas cadentes” que, em vez de orientar, despistam. O Papa Francisco celebrou este sábado em Roma a missa da Epifania, a solenidade em que se assinala a primeira manifestação pública da divindade de Jesus, narrada nos Evangelhos como a visita à gruta, em Belém, de pastores e de magos vindos do oriente, que ficaram popularmente conhecidos como os Reis Magos. Nos Evangelhos está escrito que os magos seguiram uma estrela, que os encaminhou para Belém, na(…)

Ler mais

Vaticano divulga programa oficial da viagem do Papa a Portugal

O Vaticano divulgou esta segunda-feira, dia 20,  o programa oficial da “peregrinação” do Papa Francisco a Portugal, nos dias 12 e 13 de maio, por ocasião do Centenário das Aparições. A viagem vai começar às 14h00 de Roma (menos uma em Lisboa), no aeroporto de Fiumicino, seguindo o voo papal para a Base Aérea de Monte Real, onde tem chegada previstas para as 16h20 locais. Ainda em Monte Real decorre a cerimónia de boas-vindas e, às 16h35, um encontro privado com o presidente da República Portuguesa. Para Marcelo Rebelo de Sousa será “uma honra reencontrar” o Papa depois da visita(…)

Ler mais

Papa aponta “remédios válidos” para o matrimónio

O Papa Francisco afirmou que a Igreja tem de encontrar “remédios válidos” contra a multiplicação de celebrações matrimoniais nulas ou inconsistentes. Francisco, que falava na abertura do Ano judiciário do Tribunal Apostólico da Rota Romana, no Vaticano no passado sábado, definiu que a relação entre a fé e o matrimónio está “carente de valores religiosos” o que condiciona também o consenso matrimonial e receitou dois remédios para “favorecer um contexto de fé idóneo no qual se deve celebrar e viver o matrimónio”. O primeiro remédio é focado na formação dos jovens mediante um caminho adequado de preparação para redescobrir o matrimónio e a família.(…)

Ler mais

Consistório e encerramento da Porta Santa marcam fim do 29.º Ano Santo da Igreja Católica

O Papa Francisco vai presidir entre sábado e domingo às celebrações conclusivas do Jubileu da Misericórdia, iniciado em dezembro de 2015, que incluem a criação de cardeais e o encerramento da Porta Santa. Francisco vai criar este sábado 17 cardeais – incluindo 13 eleitores (com menos de 80 anos), vindos de 11 países -, no terceiro consistório do seu pontificado, celebração com início marcado para as 11h00 (menos uma em Lisboa), na Basílica de São Pedro. A lista inclui nomes de países que ainda não se encontravam representados no Colégio Cardinalício, como o Bangladesh, a Maurícia ou a Papua Nova-Guiné,(…)

Ler mais

Papa quer maior esforço na luta contra a pobreza

Hoje, dia 17, assinalamos ao Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza e da Exclusão Social, assunto que mereceu a atenção do Papa Farncisco na oração do Angelus, ontem a partir do Vaticano, onde pediu um maior esforço na luta contra a pobreza, com políticas que tenham as pessoas como prioridade. Com a Praça de S. Pedro com milhares de pessoas, Francisco disse que é preciso juntar forças para acabar com a pobreza. “Vamos juntar a nossa força, moral e económica, para lutarmos contra a pobreza, através da implementação de políticas laborais e para as famílias, porque a pobreza degrada,(…)

Ler mais