Testemunhos


Nove anos, “dois a dois”

Testemunho da família Miranda Santos:

Quando começámos a namorar, eu e a Sónia tínhamos já algum caminho percorrido de discernimento vocacional. Ambos fomos agraciados com experiências bastante enriquecedoras de oração e missão através das quais fomos abrindo os ouvidos ao Espírito para escutarmos o chamamento que Deus nos fazia. E embora de forma diferente, ambos sentimos atracção pela vida consagrada, mas para ambos o veredicto final foi de que a vontade de Deus era que nos dedicássemos à missão concreta da família.

Assim, quando nos conhecemos já estávamos neste ponto em que sabíamos o caminho que queríamos seguir, só faltava encontrar alguém com quem o seguir, porque a primeira dificuldade deste caminho é que não se pode seguir sozinho!

Desde o tempo de namoro que quisemos ter tempo para Deus, rezando ou indo à missa em conjunto. No nosso primeiro dia dos namorados juntámo-nos num agradável espaço verde, convidámos Deus a celebrar connosco, e Ele ofereceu-nos esta provocadora Palavra na liturgia do dia. Achámos que era mesmo à nossa medida!

Depois disto, o Senhor designou outros setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois, à sua frente, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir. Disse-lhes: «A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, portanto, ao dono da messe que mande trabalhadores para a sua messe. Ide! Envio-vos como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolsa, nem alforge, nem sandálias; e não vos detenhais a saudar ninguém pelo caminho. (Lc 10 1-4)

Hoje sabemos que é normal a Palavra de Deus falar assim nesse dia porque a Igreja celebra dois santos apóstolos, mas naquele dia sentimos a Palavra dirigida diretamente para nós. Era perante estas palavras que o casamento nos fazia sentido. A começar logo pelo envio “dois a dois”, que outra vocação se realiza necessariamente a dois senão o matrimónio? E o objectivo deste envio tão particular é claro: trabalhar na “messe” do nosso Senhor. Viamos o horizonte do casamento não para nos fecharmos sobre nós mesmos mas para nos abrirmos a anunciar a vinda de Jesus, primeiro dentro da família aos nossos filhos mas também em família a todos os lugares onde Ele nos envia. E para isso aspirávamos a esta simplicidade e desprendimento, sem bolsa nem alforge, para darmos lugar à confiança em Deus para nos sustentar, e d’Ele estarmos completamente dependentes. Hoje, ao fim de alguns anos, compreendemos melhor a parte de sermos cordeiros no meio de lobos, perante tantas subtis dentadas que sentimos a família a levar nos tempos que correm.

Esta passagem é para nós tão significativa que escolhemo-la para ser lida na celebração do nosso matrimónio, faz hoje precisamente nove anos!

“Ide!”

Estávamos nessa altura longe de saber que íamos encontrar um Movimento na Igreja que nos ajudasse tanto a viver o nosso matrimónio desta forma missionária como Deus nos propôs naquele dia dos namorados. Mas Deus provavelmente já sabia. E para que não tivéssemos dúvidas, qual não foi o nosso espanto quando, no dia 3 de Julho de 2016, ouvimos esta mesma leitura na Eucaristia de aprovação deste Movimento Famílias de Caná, soando como eco do início do nosso caminho familiar.

Foi também no contexto desta passagem bíblica que nos fez tanto sentido ouvir há uns dias atrás, no retiro de quaresma, a Teresa falar tão claramente da vivência familiar dos conselhos evangélicos da obediência, pobreza e castidade, habitualmente mais associados às ordens religiosas. (podem ouvir este fantástico ensinamento “Família, Espaço de Santidade” aqui)

Assim hoje damos Graças por estes nove anos “dois a dois”, agora com mais cinco na caravana, e pedimos a Deus que nos ensine em cada dia a trabalhar na sua “messe”.

5 Comments

  1. É mesmo uma Graça de Deus o vosso casamento!
    Muitos parabéns e que Sua Mãe vos cubra com o Seu Manto!!!!

  2. Olívia Batista

    E que bela caravana!!!
    Com o Mestre sempre a comandar e Sua Mãe Auxiliadora a vossa caravana certamente chegará ao mais belo dos lugares!
    Muitos parabéns pelo aniversário e pelo bebé que aí vem!

  3. Isabel Marantes

    Parabéns, Família Miranda Santos, pelos 9 anos de casamento, pelos frutos desse casamento e pelo belo testemunho!

  4. Rogério Tavares Ribeiro

    Belo testemunho!
    Parabéns pelo aniversário matrimonial!

  5. Helena Atalaia

    Que belo testemunho! Parabéns pelo caminho percorrido e desejos de contínuo discernimento para seguir sempre o caminho mais curto!
    Bjs com saudades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *