Deixou-se nascer um bebé

Reflexão da Sónia Santos: Confesso-me num misto de choque e encolher de ombros perante a notícia do bebé que nasceu sem rosto. Choque pelos títulos que vi em tantos artigos jornalísticos: “o médico que deixou nascer um bebé sem rosto”, por exemplo. Encolher de ombros por, mais uma vez, o foco nos meios de comunicação social ser essencialmente relacionado com as queixas em tribunal, com a incompetência médica, com as culpas. Gostaria mais de ler notícias que interceptassem as inúmeras questões éticas que esta designada incompetência técnica levanta. Dou por mim a pensar apenas na maravilha deste nascimento. No mistério(…)

Ler mais

Mas que descanso!

Testemunho da Sónia Santos: Desde sempre tive uma necessidade imensa de silêncio e solidão. Com os nossos filhos temos tido o cuidado de os estimular também para a arte da contemplação, do silêncio, do tempo que demora a passar, da natureza que é muito mais parada e silenciosa do que os programas de televisão gostam de vender. Mas cinco rapazecos constituem uma natureza, por vezes, bastante ruidosa! Desde criança sempre gostei de estar um bocadinho à parte, assim silenciosamente, a observar, ou simplesmente a pensar. Gostava de apreciar os outros, os seus gestos, as suas conversas, os seus tons… O(…)

Ler mais

O eu, a fé, e a benção dos capacetes

Testemunho do João Miranda Santos: No fim de semana passado circulámos por diversas estradas do centro do país. Encontrámos um número fora do comum de motociclistas em todas as estradas. No domingo quando regressávamos a casa pela auto-estrada para Lisboa a quantidade de motas na área de serviço era tão grande que me levou a perguntar à senhora da caixa o que se passava. E por ela fiquei a saber que tinha acontecido a benção dos capacetes em Fátima. A minha primeira reacção foi pensar “não sabia que existiam tantos motociclistas católicos”. Eu não fui lá, mas se calhar devia(…)

Ler mais

Batismo, privado ou em comunidade?

Testemunho da família Miranda Santos A chegada da nossa família à atual paroquia coincidiu com a altura do nascimento do António, o nosso 2º filho. Por isso a primeira vez que fomos falar com o pároco foi para combinar o seu Batismo. O nosso pároco foi muito acolhedor e tratou logo de tudo o que era necessário para agilizar o Batismo, mas no momento de falar da hora da cerimónia percebemos que estava a pensar realizá-lo no final da Eucaristia paroquial. Imediatamente questionámos se o Batismo não poderia ser durante a Eucaristia, e ele assim o consentiu. De facto, o(…)

Ler mais

O Tomás, o Joaquim e a Comunidade

O Tomás nasceu na quarta-feira. O Joaquim nasceu no sábado seguinte. Quando é que eles se irão encontrar pela primeira vez? Na Eucaristia paroquial do domingo seguinte várias pessoas vêm ao encontro da restante família do Joaquim ao notar a ausência da mãe. Pois claro que se estão todos menos a mãe é porque a mãe está na maternidade, o que quer dizer que o Joaquim já nasceu! E todos se alegram com a novidade partilhando da alegria da família. Na quinta-feira seguinte é dia da Assunção de Nossa Senhora. Que melhor oportunidade para o Tomás e o Joaquim participarem(…)

Ler mais