Atualidade

atualidade@familiasdecana.pt


Bispo de Aveiro aprova “Famílias de Caná” como movimento diocesano

O nosso movimento católico “Famílias de Caná”, criado em Mogofores (Anadia) a 14 de setembro de 2013, acaba de ser reconhecido como movimento diocesano, pelo Bispo de Aveiro, D. António Moiteiro. Esta decisão, ‘ad experimentum’ por um período de três anos, resulta de uma profunda análise da Diocese à forma como este movimento desafia e tem conseguido cativar inúmeros fiéis à prática da oração familiar, ao ponto de reunir já seis Aldeias de Caná em todo o país, desde Vila Nova de Famalicão a Almada. Para assinalar este reconhecimento da Diocese, a basílica do Santuário Nacional de Maria Auxiliadora, em(…)

Ler mais

Algarve: Foi porteiro de discotecas e agora é padre

Chama-se Fernando Rafael, e aos 28 anos e decidiu ser padre, depois de ter sido segurança e porteiro em discotecas algarvias. Fernando foi ordenado sacedorte este domingo, dia 26 de junho, em Quarteira Hoje com 37 anos, depois de ter passado também por uma experiência como instrutor de musculação, Fernando conseguiu atingir este desafio de ser padre, apesar de inicialmente a família não ter aceite esta decisão. Mas nada o fez parar e conta que começou a rezar o terço no seu último emprego, onde passava noites inteiras sozinho, na Quinta do Lago. Sem que tivesse qualquer prática religiosa anterior,(…)

Ler mais

Igreja Católica promoveu Dia da Família Diocesana em Lamego

A Igreja Católica em Lamego viveu pela segunda vez o Dia da Família Diocesana e o seu bispo destacou que a ideia vai ser “sempre” criar “familiaridade, entreajuda, empatia” entre todos. D. António Couto explicou que o encontro teve como propósito fazer sentir aos participantes que “juntos” fazem “uma família” e que se devem “alegrar com essa família que não é de sangue, mas alargada, diocesana, família de Deus”. O Dia da Família Diocesana de Lamego, vivido este sábado no Santuário de Nossa Senhora da Lapa, na Zona Pastoral de Sernancelhe, congregou as 223 paróquias e diversos movimentos eclesiais. “Não(…)

Ler mais

Papa diz que muitos dos que hoje se casam “não sabem o que fazem”

O Papa Fracisco diz que a fragilidade atual dos matrimónios tem na sua base o facto dos noivos não compreenderem o compromisso que vão assumir, e realça que a Igreja Católica tem muito trabalho a fazer nesta área.“Uma parte dos casais que hoje se casam não sabem o que fazem”, salientou Francisco durante uma visita à residência universitária “Villa Nazareth”, para estudantes desfavorecidos, em Roma. Numa iniciativa que teve lugar no passado dia 18 de junho, o Papa argentino lamentou a “cultura do provisório” que marca hoje a sociedade e que atinge também os casais, que muitas vezes estão juntos(…)

Ler mais