Em Caná da Galileia...


À sombra do Santuário #2

“Tenho uma surpresa para vós”, anunciou baixinho o nosso querido pároco Joaquim Taveira, no final da Eucaristia há dois domingos atrás. “Venham comigo.” Seguimos, curiosos, os seus passos alegres e apressados. Levou-nos ao pequeno quintal abandonado, ao lado do ginásio do colégio, à sombra do Santuário. Não percebi.

“Vê este espaço, Teresa? Fica à sombra do Santuário. Como as Famílias de Caná! Decidi que será vosso. O vosso jardim. Como bem quiserem! Falem com o senhor arquiteto, que tanto tem servido a nossa paróquia e o santuário, e que é sempre tão disponível, e peçam-lhe que desenhe o vosso sonho!”

Senti a cabeça a andar à roda, como quem caminha nas nuvens. O quintal, nosso? O desenho do nosso sonho? Um cantinho à sombra do Santuário? O coração pulava-me no peito, e o senhor padre olhava para mim, a rir, à espera da minha reação. Mas as palavras custaram a chegar.

“Obrigada, senhor padre… Muito obrigada! Faz todo o sentido! Aliás, nenhum espaço faria mais sentido!” E de repente, vi diante de mim o Canto de Oração de todas as Famílias de Caná, aberto, amplo, sobre um alpendre de madeira simples, com uma cobertura também de madeira… No centro, uma imagem da Mãe de Caná, rodeada das Seis Bilhas da nossa espiritualidade, e o crucifixo das Bodas de Deus connosco – Nós, Jesus… Depois, a toda a volta, o jardim, as rosas do nosso Rosário, o espaço de brincadeira familiar… Escutei os gritos de alegria, as canções, os joelhos dobrados no chão de madeira, as traquinices na terra descoberta…

dsc07770

Vi ainda as peregrinações das Famílias de Caná, em número cada vez maior, ao Santuário Nossa Senhora Auxiliadora, na pequenina aldeia de Mogofores, e a sua alegria ao visitarem o Canto de Oração das Famílias de Caná do mundo inteiro… Inteiro! Depois, imaginei os retiros, os encontros, os dias de peregrinação passados inteiramente no Santuário, com a grande quinta transformada em parque, em jardim, em caminho de Via Sacra ou do Rosário, em tudo o que vai povoando os sonhos da família salesiana e da nossa paróquia…

img_6208

Ah, tanto que eu vi naquela fração de segundo, diante de um quintal abandonado!

Domingo, às 14h30, a Aldeia de Caná Nossa Senhora Auxiliadora vai reunir-se no nosso novo Canto. Iremos rezar ali mesmo o terço, iremos cantar e fazer festa. Depois, armados de enxadas e muita força de vontade, iremos limpar o terreno, que o arquiteto Joaquim – por sinal, padrinho da nossa Lúcia – já tem planos para começar a trabalhar. O lanche será, como sempre, partilhado, e prevê-se muito barulho! Querem juntar-se a nós?

4 Comments

  1. Ena! Que novidade magnífica!
    Desejo-vos um dia cheio de alegria por aí!
    Bjs

  2. As graças com que o Senhor nos agracia nunca deixam de nos comover… não nos deviam surpreender, mas, incrédulos, ainda nos surpreendemos! Um espaço de encontro, no mês de Maria, perto, à sombra mesmo, de uma das suas muitas casas… Tão bom…

  3. Muitos parabéns!
    As Famílias de Caná não poderiam receber melhor casa!

    Bendito seja o Senho!

  4. A vida é um milagre do amor de Deus! No percurso da vida tantos pequenos milagres acontecem também! O nosso Deus é SUPER!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *