Em Caná da Galileia...


Acampamento de Caná

Senhor, como é bom estarmos aqui! Se quiseres, levantarei aqui três tendas… (Mt 17, 4)

O Canto de Caná tornou-se num pequeno Tabor para as Famílias de Caná que por cá passaram no dia 3, e por cá continuam a passar de vez em quando. Rezar num pequeno alpendre atravessado pela brisa e ao som da música suave dos passarinhos é, verdadeiramente, uma graça e um dom inestimáveis. Quando, ao fim da tarde, por ali passamos, somos invadidos pelo desejo de ali permanecer.

Como há dois mil anos atrás, geralmente o Senhor desafia-nos a não montar ali as nossas tendas: a vida joga-se no caminho, e é preciso subir a Jerusalém, ao Calvário, à entrega total a cada momento. Mas de vez em quando, Jesus diz-nos que é mesmo preciso descansar:

Os Apóstolos voltaram para junto de Jesus e contaram-Lhe tudo o que tinham feito e ensinado. Jesus disse-lhes: “Vinde vós sozinhos para um lugar deserto e repousai um pouco.” Pois eram tantos os que iam e vinham, que eles não tinham tempo nem para comer. (Mc 6, 30-31)

As férias, relembrou há poucos dias o Papa Francisco, são o tempo ideal para repousar no Senhor. E é isso que algumas Famílias de Caná decidiram fazer em família de famílias, no querido Canto de Caná que o Senhor nos ofereceu: que tal montarmos algumas tendas, seguramente mais do que três?

O tão esperado Acampamento de Caná irá começar na tarde de sexta-feira, dia 28 de julho, e terminar na tarde de domingo, dia 30 de julho. Durante estes cerca de dois dias, teremos tempos fortes de oração e adoração, no Canto de Caná e no Santuário, possibilidade de confissões, momentos de silêncio; teremos também tempos fortes de brincadeira, jogos, canto, dança, momentos de muito barulho; teremos uma bicicletada para os jovens e os adultos que os queiram acompanhar; teremos fogo de campo ao serão, conversando, cantando e rezando à volta de uma pequena e segura fogueira. E muito mais!

Que precisam de trazer? Tenda e, os jovens, bicicleta. Os “pormenores” relativos à alimentação, etc, serão discutidos por mail, a partir da vossa inscrição, e personalizados, porque uma família com bebés exige cuidados que, por exemplo, uma família só com adolescentes não exige. Encontraremos solução para todos os casos, até porque, não se esqueçam, a nossa casa fica a alguns metros do acampamento, se for preciso ir buscar alguma coisa de emergência!

As inscrições estão abertas e, desta vez, são limitadas, porque um primeiro acampamento inter-famílias é uma grande responsabilidade. Com a prática, poderemos vir a aumentar os números. Assim, apressem-se a fazer a vossa inscrição em Eventos.

Todos os dias dou por mim a dar graças ao Senhor pelo dom de Caná, o Vinho Melhor que Jesus guardou até agora, e que pelas mãos de Maria, nos quer dar a beber…

One Comment

  1. Pilar Pereira

    Vai ser de certeza muito bom. Fiquei contente quando a minha irmã me disse que se inscreveu (com a família, claro) – eu ainda não tinha lido o post aqui no site. Talvez nós venhamos a participar num segundo ou terceiro Acampamento de Caná – pelo menos assim espero!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *