Em Caná da Galileia...


Dois dias em missão, com Tempo de Família!

Missão Caná. Que grande alegria a nossa, termos a honra e o privilégio de sermos chamados por Deus a percorrer as estradas de Portugal para despertar Famílias de Caná um pouco por todo o país!

Quando eu era pequenina, sonhava com as missões. Quantas vezes me imaginei missionária, rodeada de crianças de todas as cores… Imaginei muita coisa, mas nada parecido com o que hoje vivo. Quando recordo estes sonhos, percebo que já neles havia a semente do chamamento do Senhor, que hoje quer fazer da minha família uma Família Missionária.

E é como missionários que todos nos assumimos, da mais pequenina ao maior. Que belo fim-de-semana de missão tivemos!

Sexta-feira à noite, em Avanca, o auditório estava cheio. Com as crianças e os seus pais, partilhámos o nosso testemunho, cantámos, dançámos, rezámos, o Francisco fez ilusionismo, mostrámos alguns vídeos, louvámos o Senhor. Chegámos a casa já depois da meia-noite, felizes e cansados, para uma noite que se avizinhava curta: é que na manhã seguinte devíamos partir para Matosinhos!

Quando fomos convidados a testemunhar em Matosinhos, decidimos de imediato fazer do nosso dia um verdadeiro dia de Caná, ou seja, misturar no mesmo dia Tempo de Deus e Tempo de Família. Assim, a meio da manhã, depois de todos descansarem bem da noite anterior, partimos para um piquenique na belíssima praia de Matosinhos. Que ideia genial! Foi um piquenique de sandes com areia, é verdade, porque o vento estava a favor, mas foi um piquenique absolutamente maravilhoso, porque trouxe de volta o aroma e a liberdade do verão. Pelo menos assim me disse a Clarinha: “Ah, como é bom molhar de novo os pés no mar! Faz-me recordar as férias que já acabaram!”

Às três da tarde, lá estávamos nós no Centro Paroquial, para partilhar o nosso testemunho. Quando percebemos que o íamos fazer para centenas de pessoas, adultos, crianças e bebés – e estes últimos conversavam animadamente na linguagem que lhes é característica – congelámos. Seria possível fazer-nos ouvir no meio de tanta gente? Pessoas sentadas, pessoas ao fundo em pé, pessoas lá em cima no varandim, em pé também, pessoas lá fora…?

Como é bom encontrar – em Avanca e em Matosinhos – comunidades paroquiais tão grandes e tão vivas como as que nós encontrámos! Enquanto falávamos, alguns olhos brilharam, alguns lábios entreabriram-se em sorrisos sinceros, algumas cabeças acenaram em concordância. Em Matosinhos, as pessoas iam interrompendo o nosso testemunho com aplausos, mostrando desta forma identificar-se com os nossos desafios. Ficámos com a sensação boa de que sim, de que desafiámos alguns, vários, muitos talvez, a este belo voo de santidade familiar. Agora aguardamos os vossos mails, a vossa partilha, a vossa proposta de caminhada. Não hesitem em escrever aqui para o mail central do site! Se alguma vez não tiverem resposta ao vosso mail, considerem que ele se perdeu no caminho, o que já aconteceu várias vezes, e voltem a escrever. Eu respondo sempre no espaço de 24 horas. Prometido!

Terminámos o dia com uma visita à igreja matriz, uma igreja impressionante na sua capacidade de transmitir a Bíblia em baixos relevos de talha dourada. De repente, apercebi-me que por detrás do altar, lá no alto, junto às coloridas imagens centrais de Jesus Crucificado, sua Mãe e S. João, havia mais algumas imagens que se moviam ligeiramente… Depois compreendi que eram os meus “santos de trazer por casa”, que tinham encontrado umas escadas misteriosas e escondidas e se tinham atrevido a subi-las. Valeu-nos estarmos acompanhados do senhor padre, porque de outra forma, penso que as pessoas que devotamente rezavam na igreja teriam procurado expulsar os intrusos. Ou talvez não 🙂

Nos carros (viajamos sempre em dois…), na viagem de regresso, as luzes a brilhar na noite que começava, rezámos. Rezámos em ação de graças, rezámos em súplica por todas as Famílias de Caná, as que já existem e as que se sentem chamadas a caminhar… Rezámos por cada uma das vossas famílias, queridos leitores, em especial por todas as que, nestes dois dias de missão, nos escutaram. Por favor, não se esqueçam de rezar também por nós, para que não desiludamos Jesus o Senhor!

5 Comments

  1. Manuela Batista

    Olá a todos vocês sãos favolos lindos adorei tudo de vós beijinhos

  2. E eu estive aí a cantar no Sábado num casamento no Sábado à Tarde! Provavelmente estive pertinho de vocês…mas ainda não foi desta que vos conheci 🙁
    beijinhos

    • Sim, o senhor padre esteve a celebrar um casamento antes de começarmos o nosso testemunho. Ainda vimos as pessoas a entrar na igreja!!!

  3. Família Rebelo

    Família Power ficamos gratos por ouvir o vosso testemunho em Matosinhos.
    Não foi só o Francisco que fez magia…os 8 fizeram.
    Ficamos surpreendidos… não me recordo de ver o salão tão repleto e mante-lo assim após 90 minutos de convívio.
    Esperamos sinceramente que tenham tocado o coração de muitas famílias.
    Bem haja

  4. Natércia Coelho

    Olá, Família de Caná

    Descobri o vosso(nosso) movimento há alguns meses e fiquei encantada, e com vontade de vos conhecer, de aprdnder um pouco mais sobre santidade doméstica e partilhar a alegria do Evangelho e do Amor.

    Espero brevemente conhecer-vos.😊

    Natércia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.