Em Caná da Galileia...


Encontros no Canto de Caná

O Canto de Caná tem sido uma verdadeira bênção nas nossas vidas, na nossa paróquia, na vida de muitas Famílias de Caná. Ao domingo, depois da missa, por lá passamos, várias Famílias de Caná, para rezarmos juntos a Consagração e, talvez, o Terço. E nas longas tardes de domingo, tem sido frequente encontrarmo-nos no Canto de Caná com uma ou outra Família de Caná de outra paróquia, de outra diocese, que por cá passa para visitar a Mãe na sua casa e Lhe prestar homenagem.

Juntos, rezamos, cantamos, partilhamos a vida e a Palavra, meditamos o Terço. Até os nossos cães nos têm acompanhado!

Quem ainda aqui não veio, não imagina a maravilha que é rezar num templo de madeira, aberto, a imagem da Mãe diante de nós, o céu muito azul como se o manto imenso da Virgem Maria nos cobrisse a todos… A brisa a soprar suave e quente, os grilos e os pássaros a cantar ao despique, as flores a crescer na erva, as árvores a balançar os seus ramos cobertos de frutos… Dá vontade de ficar aqui muito, muito tempo.

Depois da oração, há sempre tempo para correr e saltar pela quinta, em alegres brincadeiras, ou conversar e tocar guitarra à sombra.

Outro dia, num fim de tarde depois do trabalho, o senhor padre Taveira telefonou-nos: “Queridos amigos, e se viessem hoje fazer a vossa oração familiar ao Cantinho de Caná? Está aqui tão agradável…” Depois de jantar, lá fomos nós a correr, excitadíssimos com a aventura. Rezámos à luz do pôr do sol, partilhando a Palavra com a ajuda do senhor padre. Depois, brincámos longamente na quinta e nos campos de bola do Colégio, enquanto as estrelinhas se acendiam no céu. Uma, outra, outra, e ainda outra…

“E se ficássemos aqui fora a dormir, à luz das estrelas?” Alguém sugeriu. Nem parece má ideia… Ah, mas isso fica para outro post 🙂

Por enquanto, o desafio, que já lancei também no Ensinamento Mensal (já leram, aqui na barra lateral esquerda?): que tal aproveitarem os longos dias de verão para uma peregrinação familiar ao Canto de Caná, este templo super original que o céu nos ofereceu? Antes de vir, façam-nos um telefonema ou escrevam um e-mail: teremos uma enorme alegria em rezar convosco!

Que Maria, Mãe de Caná, e José seu esposo, nos ensinem arte de rezar, brincar, trabalhar, contemplar e viver com Jesus no meio! Ámen.

2 Comments

  1. Convite aceito!
    Estava a pensar ir visitar o canto de Caná nas nossas férias de Verão, em Agosto. E tinha pensado se me “atreveria” a bater à porta da família Power para te rever depois de tantos anos, querida Teresa, e para conhecer a tua família pessoalmente (como venho ao blog há um par de anos, tenho a sensação de vos conhecer a todos!)….
    E como Deus escreve direito por linhas tortas, hoje chego aqui ao blog e… tapete vermelho!
    Até breve!!!!!

    • Ena pá, isso será mesmo fantástico!!! Até dia 12 de agosto estamos por casa. Depois, Irlanda à vista! Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *