Em Caná da Galileia...


Ensinamento mensal e cozinheiros de trazer por casa

O ensinamento mensal – aqui no site, na barra lateral – está pronto, para nos ajudar a todos a viver a Semana Santa, que amanhã começa, e a Páscoa que se segue. Leiam-no, meditem-no em família e vão partilhando as vossas vivências familiares, nestes tempos novos e favoráveis que o Senhor nos dá!

De facto, agora, que até os mais velhos estão de férias universitárias, não nos falta tempo! Nem sequer o podemos desperdiçar com a televisão, pois o nosso coelhinho roeu os cabos – eis uma frase que nunca imaginei vir a escrever, mas vivemos, realmente, tempos novos 🙂

Começámos a praticar pela cozinha (é melhor lerem o ensinamento, para perceberem o que quero dizer!).

Ora digam lá se não temos uma dupla fantástica?

 

4 Comments

  1. Desde que vos encontrei, “por acaso”, há cerca de 2 anos e vos sigo assiduamente, este ensinamento mensal foi o que mais me tocou…..
    Gestos simples e palavras inspiradas tornam possivel perceber como Jesus está vivo no meio de nós.
    “Fazei isto em Minha memoria”….
    Bem hajam pela partilha e pela parábola dos talentos servida aos irmãos.

    • Que bom, Aurora! Como sempre, escrevi o Ensinamento a pensar na minha família, naquilo que precisamos fazer para sermos melhores… Escrevo-o sempre com muita humildade, a partir de dentro, das nossas fraquezas e necessidades. Por isso, tal como vós, também nós temos muito que aprender, e o ensinamento deste mês vai certamente ajudar-nos! Bj

  2. antónio assunção

    Esta Semana Santa é “tudo de trazer por casa”… até as celebrações da fé… com possibilidade de também se rezar AO VIVO com as “coisas admiráveis” que há uns anos (não muito distantes) não existiam…
    E no centro sempre “Nós Jesus” … ou como em 1964 vivia e escrevia o notável deputado italiano Igino Giordani: “o encontro com o irmão torna-se uma espécie de Missa mística. Eu, o irmão, Jesus…”
    sendo esta a citação completa:
    ““Quando dois ou mais irmãos estão unidos no nome de Jesus, Jesus está misticamente presente no meio deles, tal como desce realmente sobre o altar às palavras do sacerdote consagrante. Assim, o encontro com o irmão torna-se uma espécie de Missa mística. Eu, o irmão, Jesus: nesta tríade circula o amor da própria Trindade, pois naqueles que amam Ele desce e habita, com o Pai e com o Espírito Santo”.
    Mesmo sendo ou melhor porque somos pecadores e com a luz do ensinamento mensal, tenhamos ânimo para celebrarunidos à distância (nas casas com a possibilidade – obrigatoriedade – da proximidade, não só física mas sobretudo de corações que amam e se amam) esta Páscoa única, como deve ser único o encontro com Jesus quando se reúnem em qualquer lugar “dois ou três”… e o lar, casa da família, é lugar privilegiado
    Santa Semana Santa!
    Santa Páscoa!

  3. antónio assunção

    Olá Teresa e todos
    Continuei a pensar na mensagem do ensinamento do mês…
    nesta situação até agora únicacom “todos no mesmo barco” e SEMPRE é preciso (re)aprender a celebrar a “Missa mística” com os irmãos em casa e com todos… para (re)aprender “lavando os pés” e aos renitentes como Pedro “pés, mãos e cabeça” (cf João 13, 6-11)… e assim (re)aprender a celebrar a Missa sacramento na casa da igreja
    Unidos na Semana Santa mais verdadeira pois nas casas e nas ruas estamos todos na cruz… e nela com e como Cristo REZEMOS ao Pai e não nos esqueçamos de ninguém amando todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *