Em Caná da Galileia...


Preparar o Tríduo – a Via Sacra

Estamos em plena Semana Maior. Cada minuto conta, na nossa firme decisão de acompanhar Jesus até ao fim!

Este ano, o Senhor pede-nos para ficarmos em casa. Sejamos capazes de ler os sinais dos tempos! É a grande hora das Igrejas Domésticas. Esmeremo-nos.

Em cada um destes dias santos, podemos dedicar-nos a preparar um pouco o Tríduo Pascal. Que tal começarmos pela Via Sacra?

Não deixemos passar estes dias sem rezar a Via Sacra! Podemos acompanhá-la pela TV ou pela Internet, mas que isso não substitua uma Via Sacra caseira, familiar, perfeitamente imperfeita, participada por todos os membros da família.

Uma vez por ano que seja! Sexta-feira Santa, desafiemos até os membros da família que não “gostam destas coisas”, e rezemos juntos, sem TV nem Internet, sem outras pessoas a orientar, ainda que embaraçados, ainda que sem grande jeito, ainda que mal preparados, cantando ainda que desafinados, lendo ainda que soletrando. Não imaginamos a alegria que damos ao Senhor Crucificado! Tenho a certeza do que estou a dizer. Acreditem em mim. Façamo-lo, por Jesus na Cruz!

Durante estes dias, podemos pedir aos mais novos que desenhem ou pintem desenhos representativos de cada estação. Colemo-los em cartões mais fortes, em formato de cruz ou coração. Os meninos vão gostar por terem um papel tão importante neste início da oração!

Depois escolhamos o texto. Por aqui, vamos variando, entre a Via Sacra que escrevi e que saiu em livro, a Via Sacra da Irmã Faustina, e a nossa preferida, em TLIG. 

Temos rezado a Via Sacra de várias formas. Ontem, que choveu todo o dia, rezámo-la caminhando pela casa. A Sara e a Clarinha ficaram encarregues de escolher os locais de paragem em cada estação. Com pastilha adesiva, colaram cada estação junto de uma imagem religiosa, das muitas que temos espalhadas pela casa. Depois, de velas acesas, fomos fazendo o percurso, ajoelhando diante de cada estação. Foi tão bonito venerarmos assim também os vários “cantinhos de oração” que temos espalhados pela casa, para além do principal!

A Sara estava muito orgulhosa do seu trabalho. Afinal, foi a ela que coube decidir o percurso da nossa Via Sacra, não é verdade?

Ficam as fotos. Que sirvam de inspiração e desafio!

One Comment

  1. Que lindo,
    Posso dizer que ainda há poucos dias fizemos o mesmo, levando a cruz a praticamente todas as divisões da casa.
    Diferente e especialmente reconfortante reconhecer a presença do Senhor por toda a nossa casa. Estávamos tão embevecidos, que nem tirámos nenhuma foto… é a desvantagem de sermos só 3…
    Recomendo vivamente as vias-sacras da Teresa e também a de Santa Faustina…. Há dias recebi também um subsídio da diocese de Leiria-Fatima ‘Via-Sacra em tempo de pandemia’ muito bonita e com reflexões adequadas aos nossos dias de confinamento.
    De qualquer modo estou ansioso por experimentarmos em família esta da TLIG.
    Obrigado Teresa por nós ajudar a viver de forma mais intensa e verdadeira esta semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *