Em Caná da Galileia...


Retiro de Quaresma domingo, dia 3 de abril

A Quaresma está aí, e nós também queremos pôr-nos a caminho para morrermos em Ele – leram o Ensinamento Mensal?

Estamos todos a precisar de um reencontro, talvez já sem máscaras, com muita partilha, brincadeira, alegria e gargalhadas, mas também com o silêncio necessário para preparar a semana mais santa do ano, o Tríduo Pascal. E estamos com vontade de receber novos amigos!

Entretanto, chegou a guerra na Ucrânia, chegaram os refugiados, chegou o medo e chegaram as perguntas: porquê tanto horror? Que podemos nós fazer?

As respostas, como todas as respostas às perguntas essenciais da nossa vida, estão nas Escrituras. E é com as Escrituras na mão que queremos acompanhar o Senhor e os irmãos na sua e nossa dor. Estão prontos?

Iremos encontrar-nos no domingo, dia 3 de abril, em Fátima, no convento dominicano, Rua de São Domingos, 5,  onde somos tão bem acolhidos.

O retiro é para todos, Famílias de Caná e amigos, leitores deste site, jovens e adultos que queiram caminhar connosco. A única condição para participar é fazer o dia completo, porque deixar as coisas pela metade não sabe a retiro.

Começaremos pontualmente às dez horas. Pedimos a todos um grande esforço de pontualidade, esforço que oferecemos ao Senhor nesta nossa ânsia de morrermos – para nós próprios – com Ele.

Tragam a vossa Bíblia, aquela que costumam anotar com a vossa oração pessoal e a vossa vida, porque precisaremos dela durante a manhã. Iremos fazer muitas notas! Mais do que um ensinamento, desta vez a nossa meditação da manhã será em jeito de “workshop” ou oficina, e estaremos todos muito ocupados a folhear as Sagradas Escrituras, saltitando do Egito para a Ucrânia, do Êxodo para a guerra, da Palavra para a vida e da vida para a Palavra e para a oração. Por se tratar, pois, de uma oficina, num estilo mais interativo, não haverá gravação do retiro – não faltem!

Entretanto, e como sempre acontece nos nossos encontros, as crianças e os adolescentes estarão bem ocupados a fazer a sua própria meditação, no meio da brincadeira própria da idade. Será a única altura do dia em que pais e filhos trabalharão separadamente, mas unidos num único espírito.

Ao meio-dia teremos missa no convento. Os acólitos que assim o desejarem, apresentem-se por favor, antes da missa, com as suas túnicas, para servirem o altar no momento mais importante do dia!

Depois da missa, um almoço partilhado. Tragam um belo piquenique! As Bodas de Caná sem partilha não têm o mesmo sabor.

Continuaremos juntos durante a tarde. Visitaremos as casas dos Pastorinhos, que são sempre uma fonte maravilhosa de meditação, e descobriremos algumas histórias das suas vidas familiares.

Se o tempo o permitir, iremos depois fazer a Via Sacra no Caminho dos Pastorinhos. Tragam os vossos livrinhos da Via Sacra! Levarei alguns para vender, se alguém quiser. Se o tempo for de chuva ou tempestade, e para não repetir a experiência – aliás fantástica – de caminhar à chuva do último retiro, teremos outras atividades na manga para a parte da tarde.

Embora o retiro seja gratuito, o acolhimento que recebemos na convento dominicano merece uma partilha generosa da parte de todos. No espírito de quaresma que agora vivemos, pedimos que preparem a vossa contribuição, de acordo com as vossas possibilidades mas também com a generosidade que o Senhor vos sugerir.

Cá em casa, já se pula de alegria com a proximidade do retiro. Divulguem pelos vossos contactos e inscrevam-se aqui!

 

 

 

 

One Comment

  1. Ainda não será este a que iremos!
    Estaremos convosco no pensamento, no coração e entregando a Deus o caminho que para Ele vamos fazendo, num nós Igreja, numa procura de partilha, mesmo que distante!

    Um beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.