Em Caná da Galileia...


Soldado de Cristo

No domingo passado, dia 27, a Clarinha recebeu o sacramento do Crisma. Que grande alegria cá em casa! Agora sim, a Clarinha já completou a sua identidade cristã, com a receção dos três sacramentos da iniciação cristã: Batismo, Confirmação e Eucaristia.

A seu lado, o Francisco foi testemunha privilegiada. Porque os seus padrinhos de Batismo não puderam estar presentes neste dia, a Clarinha pediu ao irmão, também ele crismado há três anos atrás, para a acompanhar. O que faz o padrinho de Crisma? Simplesmente isto: testemunha que a Clarinha está preparada para receber o sacramento e dispõe-se a acompanhar a afilhada na fé. Ambas as coisas que o Francisco já faz.

Ungida com o óleo santo pelo nosso querido bispo D. António Moiteiro, a Clarinha está pronta para ser soldado de Cristo, pronta para o combate da vida, como diz a Escritura:

Bendito seja o Senhor, meu rochedo, que adestra as minhas mãos para a luta e os meus dedos para o combate. (Sl 144, 1)

No próximo sábado, ela e o Francisco irão testemunhar a alegria de serem jovens cristãos junto de crismados e crismandos de uma paróquia da diocese de Coimbra, Ceira. Têm andado muito entusiasmados a preparar o seu testemunho. Que grande orgulho para nós, pais, saber que os nossos dois crismados são fiéis às promessas do seu Batismo e do seu Crisma!

Na tarde deste domingo cheio de graças, no Canto de Caná, rezámos o Terço, como temos feito todos os sábados e domingos deste mês de Maria. Ali, naquele Canto tão especial, e em casa, junto da imagem que temos à entrada da Mãe de Caná, confiei a minha filha a Nossa Senhora. Outra vez. Sempre.

Fi-lo porque sei que o combate a que os meus filhos estão expostos é mais exigente do que o que os jovens do meu tempo enfrentaram. Porque sei que um jovem cristão que o seja de verdade é um jovem herói, no contexto de um mundo cada vez mais ateu. Porque sei que o demónio trava as suas batalhas mais duras contra a vida, a família e o amor nos nossos países ditos evoluídos, países que devem a sua identidade ao cristianismo, mas já se esqueceram desse “pequeno detalhe”.

Fi-lo porque quero que a Clarinha seja santa. Não é esse o chamamento de qualquer crismado?

Nossa Senhora Auxiliadora, Mãe de Caná, ensina-nos a fazer tudo o que Jesus nos disser…

6 Comments

  1. Helena Atalaia

    Parabéns! Estão com um sorriso radioso.
    Que Deus os guie e conforte.

  2. Que bom! A Clarinha soma etapas na sua vida adulta, que começa a despontar! Um beiinho grande… E sim Teresa, temos mesmo de os entregar a Maria, porque vivemos tempos de paganismo, alicerçado em estereótipos culturais sobranceiros, em que o terço envergonha, mas o culto à mãe natureza distingue e eleva quem o pratica… e perder-me-ia em inúmeros exemplos tão ou mais tristes.

  3. Rita Meneses Rebelo

    Muitos parabéns! beijinhos com saudades.

  4. Manuela fernandes

    Muitos parabéns á Clarinha. Estou ansiosa por poder ouvir o testemunho dos seus filhos em Tavira no próximo dia 9 de Junho. Abraço em Cristo

  5. Parabéns Clarinha!!!beijinhos cheios de carinho da Marta e Teresinha:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *