Em Caná da Galileia...


Vigilância, Advento e a Imaculada Conceição

Chegou o Advento. Chegou como todos os anos: de surpresa. No meio da azáfama dos dias, dos testes, das aulas, dos imensos trabalhos de pais e de filhos, da chegada do frio, dos vírus de inverno e das obras na casa – chegou o Advento. Se ao menos tivesse esperado mais uns dias, para termos tempo para ele… Se nos deixasse primeiro acabar tudo o que temos em mãos, recuperar das gripes e despachar as compras todas, para então prepararmos o Natal…

Penso em Maria e em José. Também eles foram tomados de absoluta surpresa, quando o anjo a ambos anunciou o nascimento de Jesus! Maria podia ter respondido assim: “Espera, anjo, dá-me um tempo, deixa primeiro que case com José e tenha tudo tratado! Ele ainda nem acabou de construir a nossa casinha! Diz a Deus que espere um pouco!” Em vez disso, Maria deixou-se tomar pela surpresa de Deus, pela pressa de Deus, pela urgência de Deus. E largando tudo – sonhos, projetos, medos, trabalhos – entregou-se.

Chegou o Advento. Neste primeiro domingo, largamos tudo. Os testes podem esperar, a casa também, as compras então nem se fala… “Vigiai!” Diz-nos a Palavra neste primeiro domingo. “Mãe, que quer dizer vigiai?” “Quer dizer: Toma atenção! Não te distraias! Concentra-te no que é importante!”

Ao longo do dia, fazemos o Canto de Oração familiar de Advento. A Clarinha já recortou as estrelas.

“Agora temos de fazer muitos sacrifícios!”

“Se fossemos os pastorinhos, o céu de Jesus ficava cheio de estrelas num instante! Eles faziam tantos, tantos sacrifícios!”

“Pois era! Nós não conseguimos fazer tantos… Mãe, chega se fizermos um por dia?”

“Chega. Um por dia já é bom. Mas se estiveres atento, se estiveres vigilante, talvez consigas fazer mais…”

Cada sacrifício, uma estrela. O céu de advento já brilha…

dsc08088 dsc08090

A Árvore de Natal enche de luz. Os enfeites, alguns novos, outros mais antigos, são quase todos feitos por nós, com conchas, bolotas, desenhos. A cada dia de Advento, a Árvore de Natal vai converter-se em Árvore de Jessé, acompanhando a História da Salvação desde o princípio dos tempos até Jesus.

dsc08081 dsc08085

Entre estrelas e símbolos da Árvore de Jessé, a oração familiar cresce e alonga-se, nestes tempos de Advento. Fazemo-la com calma, explicando a Palavra sem pressa e mantendo os mais novos muito ocupados a procurar símbolos e a colar estrelas, pois a oração das crianças é feita com o corpo todo.

A partir de amanhã, 29 de novembro, acrescentaremos ainda mais uma leitura à oração familiar: é que amanhã iniciamos a Novena da Imaculada Conceição, para prepararmos dignamente esta enorme festa da nossa Mãe! Juntem-se a nós, e rezemos todos juntos! O texto, tal como o da Árvore de Jessé, está disponível no site em Da Nascente – Orações.

Desafio-vos também a partilhar fotos do vosso Canto de Oração Familiar de Advento e Natal, aqui no site! Enviem-nas para:  cantodeoração@familiasdecana.pt.

A todos, votos de um feliz Advento!

Já é hora de despertardes do sono, que a salvação está agora mais perto de nós do que quando abraçámos a fé. A noite vai adiantada e o dia está próximo! (Rm 13, 11-12)

dsc00059

3 Comments

  1. Começou … e este ano sinto-me ainda com mais vontade de viver esta espera, ansiosa pelo encontro… estou tão grata por nos ser dada a oportunidade de viver estes dias!

    Abraço em Cristo

  2. Já comecei a novena hoje. Obrigada, Teresa, por nos lembrar e por partilhar mais este recurso connosco.
    Ah, e desejo-vos rápidas melhoras!

    • Obrigada, D.! A mãe e os três rapazes estiveram de cama, mas hoje já estamos todos finos, e amanhã eles já voltam à escola, se Deus quiser! Há anos que não tínhamos uma gripe assim! Um beijinho e ficamos unidas na oração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *