Ensinamento Mensal


Ninguém me tira a vida, sou Eu que a dou

Ainda a viver o tempo Pascal, a ressurreição de Jesus continua a interpelar-nos e a fazer-nos olhar para a vida de forma renovada. Gostamos de absolutizar a vida e agarrarmo-nos a ela de tal maneira que deixamos até de ser livres em relação a ela. A ressurreição de Jesus mostra-nos a vida que brota da liberdade tal de até sermos capazes de abdicar dela, não para a descartar mas para a disponibilizar e entregar. O ensinamento mensal de maio conduz-nos neste entendimento da doação livre da vida.

2 Comments

  1. Pilar Pereira

    Pormenores verdadeiramente “pormaiores”!
    Poderás partilhar o dia do casamento do Francisco, para nos lembrarmos dele e rezarmos em especial por ele e por aquela que será sua esposa? Aleluia!

  2. Será um dia feliz e particularmente abençoado!

    O Caminho, a verdade e a vida, celebrados no dia em que Sua Mãe nos visitou! Creio que é o mote maior da escolha feita… uma escolha rara e refletida! Verdadeira benção!!!

    Maio será mês de despedida, de doloroso e prolongado até breve, desafio de Fé que nos é dado viver, mas, também agora, albergará a data de um começo e sacramento maior!

    Juntamos-vos a vós nesta alegria tão grande!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *