Laudato Si e a casa comum da nossa aldeia

Vivemos um ano aniversário da Laudato Si. Tenho grandes expetativas para este ano! Aos quinze anos, decidi que o meu primeiro filho se chamaria Francisco, em honra de S. Francisco, o pobrezinho que cantava à chuva e que brincava com as flores, enquanto se entregava por completo ao amor de Deus na oração contemplativa e no serviço aos últimos dos últimos. O Niall aceitou a escolha deste nome. Hoje, o nosso Francisco tem 21 anos, e tanto ele como os seus irmãos estão acostumados a brincar à chuva, a subir às árvores, a plantar flores, a colher frutos, a tomar banho(…)

Ler mais

Retirando as máscaras diante do Senhor

Foi um magnífico domingo da Ascensão, com direito a uma subida à montanha do Bussaco – não da Galileia -, e muita brincadeira nos seus riachos e esconderijos, subindo e descendo por entre árvores e cascatas. Pensávamos que tínhamos escolhido um lugar recatado para um piquenique com amigos, mas enganámo-nos: meio mundo pensou certamente o mesmo, e o Bussaco transbordava de vida, de gente e de alegria. Os portugueses são tão bons a desconfinar como foram a confinar, está visto! (Se derem por falta de alguns Power e de alguns Miranda Santos nestas fotos, é natural, pois nós também demos(…)

Ler mais

Um novo Amigo do Céu

Testemunho-desafio da Filipa: Eu vibro só de pensar no próximo dia 1 de Novembro – Festa de Todos os Santos – como uma criança que espera pelo dia do seu aniversário! É que nesse dia o Céu tem um presente para mim: um novo Amigo para me ensinar, para me acompanhar, para me fazer crescer em alguma virtude! Oh, um novo Amigo do Céu!   É dia de “tirar o Santo” – como aqui em casa chamamos!   O que quer isso dizer? Talvez as palavras da Irmã Emmanuel sejam mais claras que as minhas: Na aurora de cada ano novo, pedimos(…)

Ler mais

O nosso retiro já aconteceu…

E que bom que foi! O retiro apanhou-nos num turbilhão de atividades, compromissos de trabalho e de paróquia e festas de anos – há quatro Powers a fazer anos entre setembro e outubro, e as festas de aniversário acontecem ao ritmo de uma por semana durante quase um mês – e, por isso, soube ainda melhor parar! Foi uma travagem a fundo, daquelas que fazem os travões chiar, mas a primeira grande descoberta que fizemos foi essa mesma: vale a pena travar assim, neste ritmo mensal que decidimos criar para as Famílias de Caná e todos os que quiserem caminhar(…)

Ler mais

O nosso Acampamento

Testemunho da Família Lopes Silva Participámos pela primeira vez no Acampamento de Caná, e certamente vamos repetir! A nossa expectativa começou a aumentar, quando entrámos em Mogofores. Perguntas de como seria o nosso fim de semana começavam a ecoar no nosso espírito, afinal de contas era tudo novo para nós.À chegada fomos recebidos pelo fantástico sorriso de boas vindas do Niall e ficámos logo à vontade. Enquanto eu pensava que precisava de ajuda de uma pessoa para montar a tenda, dado que a minha esposa está grávida, já o Niall aparecia acompanhado de mais três a perguntar “por onde é(…)

Ler mais