Domingo XVI do Tempo Comum, ano A

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga COMUNICAVA COM PARÁBOLAS “Naquele tempo, disse Jesus às multidões mais esta parábola…” Escrevo este texto na montanha, enquanto a minha família brinca na água e nas rochas, e o espaço entre nós traz as suas vozes montanha abaixo, sem que precisem de gritar. Aqui é fácil imaginar Jesus a contar histórias, a Sua voz rebolando nas encostas, e as multidões, silenciosas, acotovelando-se para não perder uma Palavra… Escutemos nós também! “O Reino dos Céus pode comparar-se a um homem que(…)

Ler mais

Em jeito de balanço

Ontem, como quase todos os dias desde 13 de março, levei o Daniel a visitar as ovelhinhas no final da rua. Se eu me atraso um pouco, é ele quem me puxa para o carrinho e me pede que o sente, pois não gosta de ficar sem o seu passeio matinal, não vão as ovelhas passar fome! E a verdade é que, ao vê-lo chegar, elas correm para o gradeamento e atropelam-se para receber as folhinhas e ervinhas que ele lhes estende. E ontem, enquanto passeávamos, dei comigo a ter saudades antecipadas destes passeios matinais. Saudades da tranquilidade destes nossos(…)

Ler mais

Domingo XII do Tempo Comum, ano A

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga NADA TEMOS A TEMER Este domingo centra-nos num dos mistérios mais incompreendidos do cristianismo: a perseguição do bem e dos bons. Se pertencemos ao grupo dos perseguidos, alegremo-nos! Estamos do lado de Deus. A verdade não é fácil de ouvir. Incomoda, sacode a vida, faz doer os joelhos dobrados em oração no chão frio, arranca-nos do sofá confortável. Se algum dia, a verdade não me levar à conversão, a um questionamento interior, por pequeno que seja, o mais certo é(…)

Ler mais

Domingo XXXII do Tempo Comum, ano C

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga EM DEUS, NADA FICA POR COMPLETAR O ano litúrgico está a acabar. É hora de meditar nas verdades últimas da nossa fé, os “novíssimos”: o que há para além do tempo, do espaço, da morte? Embora a história dos Macabeus aconteça cento e muitos anos a. C., ela parece escrita para a nossa geração. Como os judeus de então, também hoje vivemos tempos de perseguição.  Como a cultura helénica se impunha à judaica, seduzindo o povo e levando-o à apostasia,(…)

Ler mais

A Igreja está a arder!

Notre Dame está a arder! A notícia chega pelo telefone e pelo feed do telemóvel. Notre Dame está a arder! Íamos começar a nossa oração familiar, mas Notre Dame está a arder, e há que ligar o televisor para acompanhar o que se passa. Diante das impressionantes imagens, o jornalista pergunta aos transeuntes o que significa, para eles, o fogo na catedral. É Paris a arder, dizem uns. É a nossa cultura inteira a arder, dizem outros. É um bocadinho de nós a arder, dizem ainda outros. Não tenho palavras, Paris sem Notre Dame não é Paris… Passo aqui todos(…)

Ler mais