Celebrar em família com os cinco sentidos

Desafio da Olívia Batista   Uma das ideias que mais persiste na minha cabeça desde o retiro sobre o Ano Litúrgico é a ideia de que a nossa humilde igreja doméstica, além de poder celebrar em comunidade todos os domingos e dias de festa, também o pode fazer em casa usando para isso imaginação e os cinco sentidos: visão, olfato, tato, paladar e audição. Isto de assinalar datas importantes dá trabalho e nem sempre estamos com os sentidos apurados para festejar! E nós (que gostamos de andar pela Internet de vez em quando à procura de ideias) ficamos muitas vezes(…)

Ler mais

Uma família cristã normal

Durante estes cinquenta dias de Páscoa, lemos em família, como certamente todas as Famílias de Caná fizeram, os Atos dos Apóstolos, dia após dia. As leituras do missal, na verdade, percorrem este livro numa sequência magnífica, deixando muito pouco de fora, e culminando no Fogo do Pentecostes (não deixem de ler os artigos que tanto nós, como a família Miranda Santos publicámos sobre as nossas vivências familiares com este Fogo e este Sopro!) Um dos vários detalhes que nos ficou desta leitura dos Atos em tempo pascal foram frases como estas: Depois de ter sido batizada, bem como os de(…)

Ler mais

990* centímetros cúbicos de Sabedoria

Testemunho da Olívia Batista: Quase, quase a terminar este tempo da Páscoa, queria partilhar convosco uma pequena mudança na nossa oração familiar, que tem vindo a ser constantemente adaptada desde o início da nossa caminhada das Famílias de Caná. No início rezávamos um Pai Nosso, uma Avé Maria e um “boa noite Pai do Céu”, depois começámos a consagrar-nos à Mãe de Caná (de folha na mão, para rezar bem), mais tarde introduzimos o pedido de intercessão aos Santos Padroeiros (escolhidos por cada um de nós), os agradecimentos do dia e o Shemá. Muito mais tarde, um mistério do Rosário,(…)

Ler mais

Sem que eu perceba como…

Testemunho da Catarina Silva: Muitos Parabéns Querida Teresa! Que Deus a abençoe! Que Deus abençoe a sua linda família! Pensei muito se havia de lhe enviar este mail, aceitando assim o desafio da Isabel. Decidi fazê-lo, porque apesar de não ter feito o compromisso, desde que conheci o vosso testemunho familiar a minha vivência cristã mudou por completo. O facto de sentir que a condição da minha família é bastante diferente da generalidade das Famílias de Caná, faz-me muitas vezes sentir que é impossível “transformar” a minha família numa verdadeira Família de Caná e isso por vezes deixa-me muito triste…(…)

Ler mais

Uma injeção de energia matinal

Testemunho da Ana Margarida Luís Soube do blogue Uma Família Católica em 2014, através da minha querida amiga e compadre Pilar. Eu, que até então não tinha por hábito seguir blogues – com exceção do da própria Pilar -, tornei-me de imediato fiel seguidora do apaixonante blogue da família Power. Deus distribui os dons de forma muito diversa, e a cativante escrita da Teresa é, de facto, uma grande bênção. Não só pela forma em si, mas sobretudo pelo seu conteúdo: a partilha destemida das experiências diárias da sua família vividas à luz da fé.  Em 2014 estava a terminar(…)

Ler mais