Começou o Advento

Testemunho da família Batista  Há muito tempo que o nosso primeiro domingo do Advento não era vivido com tanta alegria, simplicidade e empenho. Na verdade, costumava planear demasiado e depois os planos não corriam como era esperado e era uma frustração… Preparar a família para o Advento começou com gestos pequenos, como procurar que tudo fosse feito com calma e dedicação, procurar não apressar demasiado as coisas para que no final deste domingo não estivéssemos desanimados, mas cheios de vontade de continuar a caminhar. Não fizemos tudo o que seria de esperar, mas o que fizemos foi uma bênção! O(…)

Ler mais

Viva o ano novo!

O ano litúrgico chegou ao fim, um novo ano começou. O fim-de-semana foi, assim, de festa, a festa tranquila que gostamos de fazer em família. E que bem que soube! Na manhã de sábado, a Clarinha conseguiu acabar a cortina para o Canto de Oração Familiar. Tarefa difícil, dados os muitos testes que tem tido! Nos últimos dias, era assim que ela rezava o terço connosco: Quantas costureiras conhecem que se consigam sentar assim? A ginástica serve para alguma coisa 🙂 Finalmente, na tarde de sábado, eis o grande momento! Ao som de cânticos de Natal, abrimos a velha caixa(…)

Ler mais

Celebrar em família com os cinco sentidos

Desafio da Olívia Batista   Uma das ideias que mais persiste na minha cabeça desde o retiro sobre o Ano Litúrgico é a ideia de que a nossa humilde igreja doméstica, além de poder celebrar em comunidade todos os domingos e dias de festa, também o pode fazer em casa usando para isso imaginação e os cinco sentidos: visão, olfato, tato, paladar e audição. Isto de assinalar datas importantes dá trabalho e nem sempre estamos com os sentidos apurados para festejar! E nós (que gostamos de andar pela Internet de vez em quando à procura de ideias) ficamos muitas vezes(…)

Ler mais

Uma família cristã normal

Durante estes cinquenta dias de Páscoa, lemos em família, como certamente todas as Famílias de Caná fizeram, os Atos dos Apóstolos, dia após dia. As leituras do missal, na verdade, percorrem este livro numa sequência magnífica, deixando muito pouco de fora, e culminando no Fogo do Pentecostes (não deixem de ler os artigos que tanto nós, como a família Miranda Santos publicámos sobre as nossas vivências familiares com este Fogo e este Sopro!) Um dos vários detalhes que nos ficou desta leitura dos Atos em tempo pascal foram frases como estas: Depois de ter sido batizada, bem como os de(…)

Ler mais

990* centímetros cúbicos de Sabedoria

Testemunho da Olívia Batista: Quase, quase a terminar este tempo da Páscoa, queria partilhar convosco uma pequena mudança na nossa oração familiar, que tem vindo a ser constantemente adaptada desde o início da nossa caminhada das Famílias de Caná. No início rezávamos um Pai Nosso, uma Avé Maria e um “boa noite Pai do Céu”, depois começámos a consagrar-nos à Mãe de Caná (de folha na mão, para rezar bem), mais tarde introduzimos o pedido de intercessão aos Santos Padroeiros (escolhidos por cada um de nós), os agradecimentos do dia e o Shemá. Muito mais tarde, um mistério do Rosário,(…)

Ler mais