O perfume

“Estou faaaaarta da escola assim!” Grita a Sara, sete aninhos, os olhos cheios de lágrimas e os braços cruzados com fúria. “Não gosto de aprender com o computador! Quero ir à escola, ouvir a professora a ensinar as coisas, brincar com as minhas amigas no recreio”, explica, para o caso de eu não ter entendido bem. Deixo-a fazer a birra a que tem direito, e sigo em frente até ao quarto seguinte, onde a Clarinha me chamara. “Mãe, recebi este mail, com esta proposta para fazer um curso online sobre Teologia do Corpo. O que achas?” “Parece-me interessante, filha. Mas(…)

Ler mais

Mendigos da Luz

Testemunho da Isabel Marantes Uns dias antes da Páscoa, uma amiga enviou-me uma mensagem que dizia: “Estou tão feliz… andei à procura, à procura e finalmente encontrei uma igreja onde, através de uma janela, se consegue ver o sacrário! Tens de ir lá!” Que mensagem poderosa esta, tal como foi poderosa a foto que o João e a Sónia Santos partilharam aqui no site, com a sua família ajoelhada à porta da uma igreja (fechada). Também nós experimentamos cá em casa esta sede, este desejo, em frente das portas fechadas das nossas igrejas. Assim, no dia em que recebi a(…)

Ler mais

Domingo VI de Páscoa, ano A

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga SEMPRE PRONTOS A RESPONDER Já estamos no Domingo VI de Páscoa! Nestes tempos difíceis de pandemia e confinamento, custa seguir o calendário litúrgico. Em vez de Domingo VI de Páscoa, parece-nos viver o Domingo X de privação eucarística. Não caiamos na tentação! É preciso adentrarmo-nos no mistério do ano litúrgico com ainda maior intencionalidade nestes tempos. O Senhor ressuscitou! Sejamos suas testemunhas, em alegria e boas obras. No Evangelho, Jesus assegura-nos que nos enviará o seu Espírito, para estar sempre(…)

Ler mais

Fátima, um século depois

Das Memórias da Irmã Lúcia, páginas 80-81: “Entretanto, o Governo não se conformava com os progressos dos acontecimentos. Tinham posto, no local das aparições, uns paus, à maneira de arco, com umas lanternas que algumas pessoas tinham o cuidado de conservar acesas. Mandaram, pois, uma noite, alguns homens com um automóvel, para derrubar os ditos paus, cortar a carrasqueira onde se tinha dado a aparição (…) Mas qual não foi a minha alegria quando notei que os pobres homens se tinham enganado e que, em vez da carrasqueira, tinham levado uma das azinheiras contíguas! Passado algum tempo, em um dia(…)

Ler mais

Saudações, a saúde e o sacramento da caridade

A graça do Senhor nosso Jesus Cristo esteja com todos vós!” (Rm 16, 24) O capítulo 16 da Carta aos Romanos, que vos propus este mês no Ensinamento Mensal (e que não sei se já leram), contém esta saudação de S. Paulo, semelhante a tantas outras em cada uma das suas cartas. Muito semelhante – ou talvez nem por isso – às que, por estes dias, vamos trocando, não é verdade? “Fiquem bem. Fiquem em casa!” “Cuidem-se!” “E não se esqueçam: fiquem em casa!” Assim termina a maior parte dos e-mails que vamos trocando entre colegas de trabalho, entre alunos(…)

Ler mais