Domingo XII do Tempo Comum, ano C

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga SEGUIR O SEU CAMINHO… A Páscoa já passou, e depois dela, duas grandes solenidades. Regressamos à rotina do tempo comum, à sucessão de domingos simples e tranquilos. Mas não será esta aparente banalidade apenas superficial? Afinal, se fomos batizados em Cristo, somos filhos de Deus, diz-nos Paulo. E isto não é pouca coisa… Quem dizem as multidões que Eu sou?” Pergunta Jesus aos seus amigos. Eis uma pergunta a que conseguimos responder, terão eles pensado, algo aliviados. De facto, nunca(…)

Ler mais

Domingo V de Páscoa, ano C

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga QUAL O INGREDIENTE? As leituras destes dias pascais lançam-nos nos tempos que hoje vivemos, entre o “já” da ressurreição e o “ainda não” da felicidade eterna, entre a omnipresença de Jesus na nossa vida e a sua aparente ausência de tantos momentos. “Quando Judas saiu do Cenáculo…” O Evangelho começa com esta triste introdução. O desenvolvimento natural, que esperaríamos de um qualquer outro evento dramático que se iniciasse com uma traição, seria algo como “Jesus entristeceu-se”, ou “o medo instalou-se”.(…)

Ler mais

Via Sacra

Testemunho da família Miranda Santos: Se há oração boa para se fazer em família e com crianças é a Via-Sacra. Pelo menos na nossa família resulta sempre muito bem, e por isso nesta altura da quaresma aproveitamo-la ao máximo. É uma oração muito sensorial e também muito cénica que é facilmente acompanhada e vivida por todos. As cenas de cada estação são tão claras e simples que nenhuma criança lhes fica indiferente, mas ao mesmo tempo são tão profundas que nenhum adulto consegue entendê-las completamente. Para além disso é uma oração óptima para famílias onde a criatividade não abunda (como(…)

Ler mais

Foi para isto?

“Deixei de frequentar a igreja há muitos anos. Na altura, ia batizar o meu filho mais velho, e o padre não me deixou escolher para padrinhos quem eu queria. Nunca mais pus os pés na igreja.” “Este ano tomei uma decisão: nem mais um tostão para a igreja! Cá na terra costumávamos ter duas procissões todos os anos, e agora os andores já não saem. Anda uma pessoa a dar dinheiro para quê?” “O novo padre opôs-se à festa do santinho que por aqui havia sempre. Como resultado, deixei de ir à missa.” “O padre queria obrigar-me a fazer catequese(…)

Ler mais

O caminho da cruz

Esta actividade consiste numa proposta cujo resultado final é uma cruz familiar que represente a entrega da família à missão a que é chamada na analogia da identificação com a entrega de Jesus na cruz. A  base da reflexão é a de que a cruz é o elemento essencial para a entrega porque é a cruz que serve de suporte ao Corpo que se entrega. Propõe-se, então, uma reflexão através de um “caminho da cruz” feito em quatro passos. Material para cada cruz: 1 ripa de madeira com +/- 50cm de comprimento e +/- 30x30mm de lado. 1 pedaço de(…)

Ler mais