Das aulas de Inglês às Famílias de Caná

Testemunho da Sofia Neves Conheci a Teresa no meu 9º ano. Foi a minha professora de inglês nesse ano e a melhor professora que alguma vez tive. A turma não era fácil, apesar de ter bons conhecimentos e estar, de um modo geral, bem preparada. O comportamento era péssimo. Era o primeiro ano que a Teresa lecionava e todos os alunos o sabiam. Imagino que ao início tenha sido muito difícil, havia muito barulho, muitos tentavam desestabilizar a aula. Mas já na altura a Teresa era especial e carismática, soube dar-nos a volta de uma forma muito simples. Um dia,(…)

Ler mais

Filhos a 3 dimensões!

Testemunho da Isabel Marantes: Há poucas semanas, a mãe de um colega da turma do Miguel (2º ano da escola primária) dizia-me que estava muito preocupada porque o seu filho era muito distraído. Já me tinha dito isso algumas vezes. Então, eu resolvi perguntar: “Mas porque é que diz que ele é distraído?” A mãe explicou prontamente: “Olhe, eu vou-lhe dar um exemplo que aconteceu ainda ontem: saímos da escola, fomos ao programa de Matemática extra-curricular que dura hora e meia e depois quando chegámos a casa eu disse-lhe para ir treinar piano – só 10 minutos! Tem de treinar(…)

Ler mais

França: Bispos católicos criticam proposta de retirar expressões «pai» e «mãe»

A Conferência Episcopal Francesa (CEF) manifestou a sua oposição à proposta governamental que os documentos administrativos nas escolas deixassem de contemplar as opções “mãe” e “pai”. “Mais uma vez, lamentamos ver uma tentativa no Parlamento que, sob o pretexto de unificar procedimentos administrativos, desconstrói a realidade da família”, refere uma nota assinada por D. Bruno Feillet, presidente do Conselho Família e Sociedade da CEF. O bispo auxiliar de Reims considera que as referências a “pai” e “mãe” não são “atrasadas” ou “ultrapassadas”, pelo que a escola “deve participar dessa perceção profundamente estruturante”. “Esta asseptização da vida familiar representa a enésima(…)

Ler mais

Um reino dividido contra si mesmo

Num destes fins-de-semana, o Francisco foi fazer ilusionismo a pedido da Associação Portuguesa das Famílias Numerosas, no Family Land em Cascais. Trata-se de um evento que reúne imensas famílias, numerosas ou não, com todo o tipo de atividades em família, e o ilusionismo é, naturalmente, uma grande atração. Acolhido, como sempre, com imenso carinho pela fantástica equipa das Famílias Numerosas, o Francisco desfrutou destes dois dias com entusiasmo e divertiu-se a valer. Mas houve um pequeno incidente que o perturbou: Durante um dos espetáculos de palco que conduziu, o Francisco chamou um homem adulto, pai de família, para participar num(…)

Ler mais

Um novo ano escolar

Um novo ano letivo começou. Aqui em casa, e porque insistimos em ir à praia e brincar no jardim até ao último momento, isso significou, na semana passada, muitas horas de verdadeiro stress, tentando comprar todos os materiais necessários, encadernar os livros, limpar as mochilas, afiar lápis e procurar borrachas perdidas um pouco por todo o lado. Estas imagens da nossa mesa da sala são-vos familiares? Graças a Deus, tenho cá em casa um Francisco e uma Clara, que vendo o meu estado de cansaço e a barriga enorme, se dispuseram a fazer tudo o que foi preciso para que nada(…)

Ler mais