A escola, a TV e a meia-hora mais importante

Ontem fiquei indignada ao ponto de me sentir fisicamente incomodada, depois de visualizar os três minutos de desenho animado “As Destemidas”, que a RTP2 transmitiu no horário de programação infantil ZigZag e que anda a circular nas redes sociais católicas como forma de alerta e denúncia. Em três minutos, o aborto, a homossexualidade e o divórcio são tratados, explicita e subliminarmente, como grandes conquistas civilizacionais (não deixo, propositadamente, o link, mas convido os adultos que me leem, e só os adultos, a pesquisar). Ainda me refazia do susto quando, ao abrir o livro de português da Sara para marcar as(…)

Ler mais

Rotinas familiares em tempo de tele-tudo

“Mãe!” A Sara está aos gritos, como sempre que fica nervosa. “O que se passa, filha?” “Como é que eu vou ver a telescola se não temos televisão?” Pois, é verdade, o nosso coelhinho rebentou com a televisão, e nem o nosso engenheiro mecânico quase formado a conseguiu recuperar. Mas a telescola também passa na net, Sara, não te aflijas! Quem tem um tablet para emprestar à Sara? David? Pode ser? Ótimo, a Sara está pronta. “Mãe, há algum sítio da casa em que eu possa falar alto?” A Clarinha vem ter comigo à cozinha, um computador numa mão, montes(…)

Ler mais

Das aulas de Inglês às Famílias de Caná

Testemunho da Sofia Neves Conheci a Teresa no meu 9º ano. Foi a minha professora de inglês nesse ano e a melhor professora que alguma vez tive. A turma não era fácil, apesar de ter bons conhecimentos e estar, de um modo geral, bem preparada. O comportamento era péssimo. Era o primeiro ano que a Teresa lecionava e todos os alunos o sabiam. Imagino que ao início tenha sido muito difícil, havia muito barulho, muitos tentavam desestabilizar a aula. Mas já na altura a Teresa era especial e carismática, soube dar-nos a volta de uma forma muito simples. Um dia,(…)

Ler mais

Filhos a 3 dimensões!

Testemunho da Isabel Marantes: Há poucas semanas, a mãe de um colega da turma do Miguel (2º ano da escola primária) dizia-me que estava muito preocupada porque o seu filho era muito distraído. Já me tinha dito isso algumas vezes. Então, eu resolvi perguntar: “Mas porque é que diz que ele é distraído?” A mãe explicou prontamente: “Olhe, eu vou-lhe dar um exemplo que aconteceu ainda ontem: saímos da escola, fomos ao programa de Matemática extra-curricular que dura hora e meia e depois quando chegámos a casa eu disse-lhe para ir treinar piano – só 10 minutos! Tem de treinar(…)

Ler mais

Um reino dividido contra si mesmo

Num destes fins-de-semana, o Francisco foi fazer ilusionismo a pedido da Associação Portuguesa das Famílias Numerosas, no Family Land em Cascais. Trata-se de um evento que reúne imensas famílias, numerosas ou não, com todo o tipo de atividades em família, e o ilusionismo é, naturalmente, uma grande atração. Acolhido, como sempre, com imenso carinho pela fantástica equipa das Famílias Numerosas, o Francisco desfrutou destes dois dias com entusiasmo e divertiu-se a valer. Mas houve um pequeno incidente que o perturbou: Durante um dos espetáculos de palco que conduziu, o Francisco chamou um homem adulto, pai de família, para participar num(…)

Ler mais