Os filhos de Caná

Na semana passada, recebemos no site um comentário a que respondi de imediato, mas que pela sua importância, decidi transformar em post. Vamos lá: Viva TeresaAo ler estes textos sobre o carisma das Famílias de Caná surgiu-me uma dúvida. Se por hipótese algum dos vossos filhos manifestasse vontade de participar num movimento da paróquia de âmbito extra paroquial (conferencias de S. Vicente Paulo, Equipa de jovens de Nossa Senhora, Escuteiros ou outro) não o podiam deixar ir? Viva, Cristina!Os nossos filhos participam em várias coisas para lá da paróquia, como por exemplo nas atividades salesianas do MJS, em retiros e(…)

Ler mais

Mais uma bela Família de Caná!

A nossa missão na Suíça, em Zurique, há ano e meio, já deu frutos: no sábado, na missa vespertina, tivemos o compromisso Família de Caná da Natércia e do Martinho, os queridos amigos que conhecemos na altura. Que dia tão bonito! De férias em Portugal, a Natércia e o Martinho não queriam perder a oportunidade de fazer o seu compromisso. A ideia inicial seria fazê-lo no Acampamento, rodeados de mais Famílias de Caná, mas nessa altura, já ambos estarão de volta ao trabalho na Suíça. Depois pensámos: cada Família de Caná tem o seu tempo, o seu percurso, o seu(…)

Ler mais

Uma Caravana rumo ao Céu

Terceiro de uma série de artigos sobre o carisma e a espiritualidade das Famílias de Caná O meu senhor sabe que as crianças são delicadas e que o gado miúdo e graúdo, que ainda mama, exige os meus cuidados; se os apressarem, ainda que só por um dia, todo o gado novo perecerá. Que o meu senhor queira passar adiante do seu servo; eu caminharei devagar, ao passo da caravana que me precede e ao passo dos meninos… (Gn 33, 13-14) Nos inícios do Movimento, durante uma pesquisa que eu fazia, na Internet, no contexto dos meus livros Os Mistérios(…)

Ler mais

Minha casa, meu mosteiro

Segundo artigo de uma série de artigos sobre o carisma e a espiritualidade do Movimento Há uns anos, passando por Fátima, entrei no Carmelo para rezar Vésperas com as Irmãs, de acordo com a permissão explícita no seu horário. Ajoelhei-me na igreja acolhedora, enquanto uma Irmã saía da clausura para preparar o altar e expôr o Senhor. Fez tudo com gestos respeitosos, eloquentes, e regressou à clausura. Alguns minutos depois, um ruído de passos alertou-me para a chegada de toda a comunidade ao coro da igreja, por detrás das grades. O órgão começou a tocar, e vozes melodiosas começaram a(…)

Ler mais

Consumismo espiritual

Primeiro de uma série de artigos sobre o carisma e a espiritualidade das Famílias de Caná “Mãe, vem ver! Não vais acreditar! Olha!” O António leva-me pela mão ao jardim e mostra-me a pereira. Pela primeira vez desde que a plantámos, está coberta de pêras pequeninas e verdes, a crescer lentamente. Quando viemos morar para Mogofores, para uma casa com terra a toda a volta, decidimos de imediato construir uma pequena horta. Não tencionávamos cultivar o suficiente para alimentar uma família numerosa. Queríamos apenas que os nossos filhos descobrissem como é difícil, cansativo – e maravilhoso – alimentarmo-nos com o(…)

Ler mais