Todos os dias da nossa vida

Num dia especial, o Niall escreveu-me um postal que me fez rir à gargalhada. Está cheio de brincadeiras que só nós os dois entendemos, “piadas privadas” construídas ao longo de vinte anos de esforço, de desafio, de problemas, de falhas, de sucessos, de lutas, de desentendimentos, de reconciliações, de lágrimas, de risos, em suma, de amor. Deixo-vos com algumas frases, mesmo correndo o risco de não fazerem qualquer sentido para vós: Let it snow all summer long, let cats piddle in the sock basket, let ants crawl in the fridge, let the petrol run out of the car and all(…)

Ler mais