A jangada

As nossas férias familiares, este ano, levaram-nos até à beirinha de um rio, a um lugar longe de tudo e de todos. Ansiávamos por esta quietude há muito tempo, e a semana passou a voar! De todas as maravilhas que contemplei, escutei, saboreei, toquei, a mais bela foi a comunhão que experimentamos entre nós. É de facto consolador ver os irmãos a brincar uns com os outros, a mergulhar juntos, a jogar à bola juntos, a disputar jogos de tabuleiro juntos, a rir à gargalhada juntos. A Sara quer uma história? O António dispõe-se de imediato a ir buscar um(…)

Ler mais

Domingo XV do Tempo Comum, ano C

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga A PALAVRA ESTÁ PERTO DE TI As leituras de hoje são um belíssimo resumo de toda a História da Salvação – a salvação de cada um de nós, e a salvação de cada irmão, que Deus quer realizar através de cada um de nós. “Escutarás a voz do Senhor teu Deus”, diz-nos Moisés. Somos tentados a reagir: para ti, Moisés, era tão fácil! Tu falavas com o Senhor “face a face”, e o teu rosto inteiro se iluminava na sua(…)

Ler mais

“Se eu perder, ficas triste ao meu lado?”

Testemunho da Isabel Marantes: Há algum tempo, aqui no Canadá, houve um concurso literário, ao qual a Leonor e a sua amiga Maddy decidiram concorrer. Há poucos dias, a Leonor recebeu uma carta a dizer que o seu texto tinha sido um dos escolhidos. Cheia de alegria, a Leonor foi no dia seguinte perguntar à sua amiga se também já tinha recebido a carta, para juntas comemorarem. Mas a amiga ainda não tinha recebido a carta… Como elas sabem que as cartas das crianças vencedoras são enviadas todas ao mesmo tempo e elas vivem perto uma da outra, a Maddy(…)

Ler mais

As nossas cavernas

Era uma caverna, eram treze jovens. Mas durante quinze dias, era o mundo inteiro, eram todos os nossos filhos. Na Rússia, o Mundial, com as suas equipas profissionais e bem treinadas, apelava a nacionalismos, entre lágrimas e risos. Na Tailândia, uma outra equipa de futebol, pobre e desconhecida, apelava à nossa solidariedade, entre lágrimas e, por fim, muitos risos sentidos. Foram quinze dias que nos fizeram sofrer. Acordar de manhã e os meninos a perguntar: “Já saiu alguém da gruta?” Chegar à praia, dar um mergulho e os meninos a perguntar: “E agora, mamã, vê na net se já saiu(…)

Ler mais

Muito melhor que uma nota escolar

“Mamã, mamã, vais ficar tão contente! Olha só!” O David acabava de entrar em casa, vindo do colégio salesiano, muito despachado na sua bicicleta. Suado e feliz, abria a mochila ao meu lado. “O que foi que aconteceu, David? Tiveste Muito Bom nalgum teste?” “Não! Bem melhor que isso!” Continuava o David, abrindo a caderneta escolar. Depois mostrou-me o recado da professora de Ciências: Parabéns, David, pela forma como tens integrado o teu colega novo de turma e de escola. Continua assim! “Eu não disse que era muito melhor do que uma nota?” Perguntou o David, exultante. “Sim, filho, é(…)

Ler mais