O “problema” da gravidez adolescente

Sala de professores na minha escola, uma escola imensa, com mais de mil e quinhentos alunos e cerca de trezentos professores, do quinto ao décimo segundo anos (o que impossibilita qualquer reconhecimento das pessoas aqui mencionadas). Conversando sobre um determinado aluno, uma professora de Ciências diz: “Estou preocupada com este rapaz. Ele veio perguntar-me se é normal uma menina atrasar o período mais do que quinze dias. Eu disse-lhe que sim, e se se tratava da namorada. Ele confirmou. Perguntei-lhe se usava preservativo, e ele confirmou de novo. Depois acrescentou: ‘Professora, se calhar vou ser pai, agora que já acabámos(…)

Ler mais