Domingo XVI do Tempo Comum, ano C

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga A MELHOR PARTE As histórias do patriarca Abraão merecem ser conhecidas de cor por cada um de nós, seus descendentes, e escutadas com o mesmo carinho com que escutamos as histórias dos nossos avós, ao redor da mesa familiar. Quanto a aprender com este gigante da fé! O calor apertava. “Abraão estava sentado à entrada da sua tenda”, descansando. “Ergueu os olhos e viu três homens…” Ou seria só um? A leitura vai alternando entre o plural e o singular,(…)

Ler mais

Acolher e ser acolhido

Na Suíça, fomos acolhidos em duas casas. Uma, o apartamento do senhor padre Walfrido, um simpático missionário brasileiro responsável pela missão portuguesa em Zurique. A outra, o apartamento do Liberto e da Beta, pais da Fátima, do João e do Francisco (que irá nascer em maio) e que, conhecendo-nos através de uma entrevista na Angelus TV, de imediato nos desafiaram a ir ter com eles à Suíça. Mas se em tamanho estas casas eram pequenas, em acolhimento eram bem espaçosas! Durante três dias, não faltou comida abundante sobre a mesa, quais Bodas de Caná, chocolates suíços à discrição, passeios à(…)

Ler mais

A hospitalidade e o bolo inteiro

No domingo à tarde, a Família Power rumou a Santa Comba Dão para mais uma tarde de testemunho. Pelo caminho, como sempre, rezámos o terço, mas foi difícil manter a doce repetição da Avé-Maria quando a estrada se transformou de repente num imenso tapete negro. Que visão tão triste, a de quilómetros e quilómetros de terra queimada, aqui tão perto de nós! As exclamações de espanto e horror foram intercaladas com súplicas por todas vítimas dos incêndios no nosso pequeno país. Em Santa Comba Dão, esperava-nos um anfiteatro bastante cheio. “Seriam muito mais famílias”, assegurou-nos o padre Virgílio, “se os(…)

Ler mais