O maior dos jejuns

Testemunho da Marta Antunes Os dias que vivemos são, de tantas formas, atípicos, longe do que a maioria de nós está habituada a chamar de “normais”. Mas para além do medo, da ansiedade, da incerteza e da doença, à minha cabeça vão chegando alguns pensamentos que considero importantes, não fosse eu alguém de pouca cultura católica. A pandemia do Covid-19 que nos ataca não começou agora, mas no final do ano passado na China. Mas foi agora que aqui chegou, ao meu país. Agora, na Quaresma. Há tanto tempo que me debato e que até ponho em risco a minha(…)

Ler mais