Nada nos separará

Já está disponível o ensinamento mensal de Novembro! São Paulo garante-nos que nada nos pode separar do Amor de Deus. É também este Amor inseparável que sustenta o matrimónio e que nos une dentro da família. Caminhemos este mês para podermos afirmar confiadamente que nada nos separará! Leiam o ensinamento, rezem sobre ele, conversem em casal e em família, e partilhem connosco aqui nos comentários.

Ler mais

Sim, recebo-Te

Testemunho da Sónia Alexandrina Santos Ontem, sexta-feira Santa começámos o dia a rezar a via sacra, cumprindo os passos da paixão pelo exterior da nossa casa, ao ritmo dos diálogos entre Jesus e Santa Faustina. Confesso que me fez falta a leitura da palavra associada a cada estação e até tive alguma dificuldade em concentrar-me naquele formato diferente. Ontem, sexta-feira Santa cumpriram-se dez anos sobre o dia do nosso matrimónio. Naquele 10 de Abril tudo em nós era esperança, alegria e havia em nós um sentido profundo de missão no passo que estávamos a dar. Ao longo destes dez anos(…)

Ler mais

Kobe Bryant e o Rei David

Faz hoje uma semana. Ao acordar, o feed do meu telemóvel trouxe-me a notícia da morte do grande basquetebolista americano Kobe Bryant e de uma das suas quatro filhas, num triste acidente de helicóptero, a caminho de mais um jogo de basquetebol da menina. Cá em casa, somos fãs de basquetebol desde que o nosso David elegeu este desporto como o seu favorito e pediu para entrar num dos clubes da região. Assim, de vez em quando, alguns de nós assistem aos seus jogos, e de vez em quando também, vemos pela internet os Lakers a jogar. Quando, na segunda-feira(…)

Ler mais

Matrimónio: ser feliz ou ser santo? E alguns ecos do retiro de Advento – parte II

Reflexão da Sónia Santos É inesgotável tudo que o último retiro permite fazer ecoar nas minhas memórias… Lembro-me de ser pequena e desconsolarem-me os finais felizes típicos das histórias “casaram-se e viveram felizes para sempre”. Como se mais nada do que vem a seguir importasse. Pensava: “mas os meus pais já casaram há tantos anos e o mais importante, mais marcante da sua história em comum aconteceu certamente depois do dia do casamento”… Quando ocorreram todas as aventuras e alegrias, as conquistas, os sacrifícios e lágrimas em conjunto? Do nascimento do primeiro filho, das “mortes naturais e das mortes contra-natura”, dos batismos apressados e(…)

Ler mais

O divórcio: norma ou exceção?

Num destes dias, a procurar notícias do mundo no meu telemóvel enquanto esperava por um filho no carro, deparei-me com um artigo confuso. Era um artigo sobre o recente divórcio de duas figuras conhecidas no nosso país, embora eu não faça ideia de quem são. O que me chamou a atenção foi a forma como o divórcio vinha anunciado. O texto abundava em expressões como “este (o divórcio) é um caminho que construímos juntos”, “ficará para sempre a família que formámos”, bem como em imagens de rostos felizes e divertidos. Li uma segunda vez, não fosse eu não estar a(…)

Ler mais

Apanhámos o comboio para a santidade em família!

Testemunho da família Miranda Santos Em resposta ao desafio da família Marantes para comemorar o aniversário dos primeiros compromissos de Famílias de Caná, aqui fica o nosso testemunho de conversão a este Movimento, que já estava em falta neste site há algum tempo. Como já partilhámos recentemente, a nossa missão matrimonial começou em 2010. Uma missão começada com muita confiança de que era a desejada por Deus para nós, mas ao mesmo tempo com muito pouco certeza de como se desempenhava. Por isso desde o início nos colocámos o mais possível flexíveis àquela “brisa” muito suave do Espírito que foi(…)

Ler mais

Nove anos, “dois a dois”

Testemunho da família Miranda Santos: Quando começámos a namorar, eu e a Sónia tínhamos já algum caminho percorrido de discernimento vocacional. Ambos fomos agraciados com experiências bastante enriquecedoras de oração e missão através das quais fomos abrindo os ouvidos ao Espírito para escutarmos o chamamento que Deus nos fazia. E embora de forma diferente, ambos sentimos atracção pela vida consagrada, mas para ambos o veredicto final foi de que a vontade de Deus era que nos dedicássemos à missão concreta da família. Assim, quando nos conhecemos já estávamos neste ponto em que sabíamos o caminho que queríamos seguir, só faltava(…)

Ler mais

Feliz dia de S. José!

S. José, o pai de Jesus e marido de Nossa Senhora. S. José, o modelo de todos os pais e maridos cristãos. Na nossa cultura portuguesa, ao contrário do que acontece noutros países, o dia de S. José está associado ao dia do pai. Mas se quisermos ser fiéis à fé cristã, teremos necessariamente de o associar também ao “dia do marido”, ideia contida já no título oficial desta solenidade: “Solenidade de S. José, Esposo da Virgem Maria”. Porque no sonho de Deus (que o nosso pecado e a nossa fraqueza estragam), perfeitamente concretizado na Sagrada Família, pai e marido(…)

Ler mais

Quem pode então casar-se?

Assim perguntaram os discípulos a Jesus, depois da sua explicação sobre a indissolubilidade do matrimónio, segundo Mateus 19, 10. Felizmente que a Lei de Deus não é democrática, isto é, não muda por votação da maioria. Ao contrário do que muitos católicos pensam, a Lei de Deus sobre a fidelidade no matrimónio, a abertura dos cônjuges à vida sempre, a recusa do aborto sempre também, a ilegitimidade de uniões homossexuais, etc não mudam porque a lei civil muda. Quando o Papa Francisco fala, nas suas homilias e na sua Carta A Alegria do Amor, em abertura aos recasados e na(…)

Ler mais

O luar, o texugo e a oração familiar

Já repararam como tem estado bonita a lua cheia, esta semana? Ilumina de tal forma, que caminhamos na noite quase como se caminha de dia. Pelo menos aqui, nos campos ao redor da nossa casa. Todas as noites, depois de deitarmos o António e a Sara pelas nove horas, deixamos o David e a Lúcia a ler na sala mais vinte minutos, o Francisco e a Clarinha a estudar, a ler ou a fazer qualquer outra coisa, e saímos os dois, o Niall e eu, para um curto passeio com os cães. Faz-lhes bem a eles, mas sobretudo faz-nos bem(…)

Ler mais