Domingo III do Advento, ano B

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga O SENHOR ESTÁ PRÓXIMO E O NOSSO CORAÇÃO REJUBILA Domingo da alegria! O Senhor está próximo e o nosso coração rejubila. “No meio de vós está Alguém que não conheceis”, dizia João Batista aos fariseus. A expetativa era enorme: o que estaria João a querer dizer? Que surpresas esperavam o povo? O que estaria Deus a preparar nos bastidores? A insinuação de que o Messias já por ali andava era particularmente emocionante. Terá algum fariseu olhado em volta, procurando identificar(…)

Ler mais

Domingo XXXII do Tempo Comum, ano A

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicadas no jornal diocesano Correio do Vouga ESTAMOS PREPARADOS? Aproximamo-nos do fim do ano litúrgico. Com cada vez maior urgência, a Igreja aponta para o Céu. Não deixemos escapar esta oportunidade anual de falarmos sobre o Céu, de desejarmos o Céu, de sonharmos com o Céu. “O Reino dos Céus pode comparar-se a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, foram ao encontro do esposo.” A imagem é de alegria esfusiante: o Reino dos Céus é uma festa nupcial. Não havia, em Israel, festa mais bela. O(…)

Ler mais

Natal! Nós, Jesus, para sempre!

O Menino já está nas palhinhas, Amor incarnado, entregue, doado por nós e a nós, sem nada guardar para Si. Contemplemo-lo sem pressa, sem distrações, sem receio… E deixemo-nos tocar, converter, amar… Jesus está entre nós, e ficará para sempre connosco. Nós, Jesus! A Clarinha compôs um belíssimo cântico de Natal. Cá em casa, já todos o cantamos com entusiasmo. Para que também na vossa casa o possam cantar, a Clarinha tocou, cantou e gravou a sua canção. Aqui fica, pois, uma primeira versão ainda de uma forma muito “caseira”, com a simplicidade do Presépio, como o nosso presente de(…)

Ler mais

Uma composição sobre as férias e o Dia da Família

Aula de Inglês, pouco depois da Páscoa. “Meninos, hoje queria que escrevessem sobre as férias da Páscoa. Para tornarem a vossa composição interessante, pensem nos cinco sentidos: o que viram, o que escutaram, o que fizeram, o que comeram, etc. Vamos ao trabalho.” Passados alguns minutos de silêncio, comecei a circular pelas carteiras para ajudar onde fosse preciso, corrigindo uma frase aqui, explicando um verbo ali… Uma menina de grandes olhos azuis perguntou-me: “Professora, como é que se diz: Brinquei com os netos da namorada do meu pai?” Quando comecei a trabalhar, há vinte anos atrás, gostava de pedir aos(…)

Ler mais

Jesus Escondido e os Santos Pastorinhos

“Mamã, podemos ir hoje outra vez à missa?” Perguntou a Lúcia esta manhã, ao acordar. Claro que sim! Eram quase seis e meia da tarde quando entrámos, em família, na pequena igreja paroquial. Ao verem o seu querido amigo padre Taveira, o António e o David correram para a sacristia. “Olha os meus amigos!” Cumprimentou-os o senhor padre, contente. “Vêm acolitar, não é verdade?” Com paciência, atrasou o início da missa alguns minutos, porque vestir a túnica e dar os nós ao cordão leva o seu tempo! Por fim, lá entraram os três na igreja, os dois meninos muito compenetrados(…)

Ler mais

S. Paulo e a unidade dos cristãos

Hoje é a Festa da Conversão de S. Paulo. Sim, aquele que caiu do cavalo a caminho de Damasco, onde ia prender cristãos… Aquele a quem Jesus apareceu num relâmpago e lhe disse: “Saulo, Saulo, por que me persegues? (At 9, 4)   Hoje é também o último dia do Oitavário de orações pela unidade dos cristãos. Têm rezado? A oração pela unidade dos cristãos foi central na vida de Jesus – leiam o capítulo 17 de S. João – e há de ser na nossa também: Que todos sejam um como Tu, Pai, estás em Mim e Eu em(…)

Ler mais

Tempestade de graças

Há alturas na vida em que Deus faz chover sobre nós uma verdadeira tempestade de graças. São tempos absolutamente fascinantes, onde a alegria e a dor se misturam numa combinação única de bênçãos. Mas como qualquer tempestade, são bastante desagradáveis, assustam, fazem frio e incomodam q.b. Cá em casa, esta semana foi assim. Eu andava toda contente, sentindo-me quase recuperada, e cheia de planos. Ena, quantos planos! Mas de repente, uma pequena complicação de saúde no pós-operatório veio transtornar os meus planos e atirar-me para a cama. Ao mesmo tempo, demos conta que o contador da água voltava a girar,(…)

Ler mais

Nós, Jesus!

“Mãe, isto lê-se «pão» ou «pãe»?” O António debruça-se sobre o seu caderno diário, testa franzida, língua apertada entre os lábios com o esforço da concentração. “Anda, faz lego comigo, mamã!” Impaciente, a Sara puxa-me pela manga e tenta atirar-me para o chão, onde os legos espalhados já me fizeram tropeçar. “Então, mãe, tenho de saber ler! Ajuda-me!” “António, se não te calas eu não consigo fazer as contas!” A Lúcia também quer trabalhar, e como partilha a mesa com o irmão mais novo, hoje não consegue concentrar-se. O David entra na sala, com o livro de História e Geografia(…)

Ler mais

Encontro de Setembro

Ontem foi dia de encontro da nossa Aldeia de Caná. Como só duas famílias tiveram disponibilidade para o encontro, decidimos fazê-lo mesmo numa das casas, afinal a casa é o templo desta pequena igreja doméstica que é a família. Para a nossa oração escolhemos aprofundar a bilha da comunhão, aproveitando este início de ano lectivo, de rotinas, de novas tarefas e desafios, para nos colocarmos antecipadamente perante este ano com este desejo de comunhão, em tudo aquilo que temos pela frente. E assim meditámos e partilhámos como é que “Nós, Jesus” vamos viver os desafios deste ano, certos de que:(…)

Ler mais

Jornadas Mundiais da Juventude

“A missa de abertura foi fantástica. Mesmo fantástica.” Oito palavras enviadas por Whatsapp que, vindas de alguém que não é fã de exprimir grandes emoções, significam muito. O Francisco está em Cracóvia, vivendo por dentro este grande acontecimento da Igreja Católica que são as Jornadas Mundiais da Juventude. Milhares de jovens reunidos numa cidade, escutando catequeses, cantando e dançando, partilhando a refeição, celebrando a fé, celebrando a Eucaristia. Um lema: Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. (Mt 5, 7) Através da Canção Nova, também eu participei na Eucaristia de abertura, que tanto tocou o Francisco. Deste lado do ecrã, também(…)

Ler mais